COBERTURA ESPECIAL - Guarani - Terrestre

15 de Abril, 2016 - 14:30 ( Brasília )

VBMT-LR - Exército Escolhe a LMV como viatura 4x4

Em Reunião Decisória Especial o Exército Brasileiro definiu a viatura LM da IVECO Defence com a vencedora do Programa Viatura Blindada Multitarefa, Leve de Rodas (VBMT-LR)


Nelson Düring
Editor-chefe DefesaNet

      Em nota publicada na manhã de sexta-feira (15ABR2016) o Escritório de Projetos do Exército – EPEx, publicou que em reunião Decisória Especialm de 06 de abril de 2016, sobre a Viatura Blindada Multitarefa, Leve de Rodas (VBMT-LR), foi definida a escolhi da viatura LMV da empresa IVECO Defence.

O Estado-Maior do Exército (EME), aprovou o Estudo de Viabilidade sobre a Viatura Blindada Multitarefa, Leve de Rodas (VBMT-LR), como parte do Projeto Estratégico do Exército Guarani. Assim foi dada a partida à VBMT-LR em Novembro de 2013.
 
A Viatura Blindada Multitarefa, Leve de Rodas (VBMT-LR), é uma viatura classe 4x4 com um peso máximo de 8 t e capacidade de carga de 1 t, e espaço para uma guarnição de 5 homens. E requisitos de blindagem e sobrevivência para os tripulantes, em nível excepcional.
 
Os requisitos técnicos na questão de sobrevivência da tripulação têm sua razão por novos itens do planejamento estratégico do Exército Brasileiro e Ministério da Defesa.

Em especial novas Missões de Paz em outros Teatros de Operações,  que requerem viaturas com maior proteção que garantam a sobrevivência da tripulação.

Cronograma de Desenvolvimento:

1 – Novembro 2013 -  Estado-Maior do Exército (EME) aprovou o Estudo de Viabilidade sobre a Viatura Blindada Multitarefa, Leve de Rodas (VBMT-LR), como parte do Projeto Estratégico do Exército Guarani.

2 – Julho 2015 – Define os finalistas :
- AVIBRAS – TUPI baseado no Renault Defense Sherpa
- IVECO – LMV;

3 – Agosto 2015 -  AVIBRAS e IVECO  apresentam Proposta Técnico-Comercial Final referente ao processo de Obtenção por Nacionalização da Viatura Blindada Multitarefa - Leve de Rodas (VBMT-LR),  na Diretoria de Fabricação, Rio de janeiro;

4 – Abril 2016 – Definida a vencedora a viatura LMV da IVECO Defence,e ,

5 - Aquisição - Data a ser definida pelas restrições orçamentárias.


A proposta inicial da de Obtenção por Nacionalização da Viatura Blindada Multitarefa - Leve de Rodas (VBMT-LR),  em correspondência do Escritório de Projetos do Exército (EPEx)  previa a compra direta de 32 VBMT-LR, em um primeiro momento. No caso de fornecedores estrangeiros uma possível compra direta. Exatamente para atender à demanda de ação que era prevista para o Líbano, neste ano de 2016.

Na mesma correspondência o EPEx detalhou que o Exército tinha planos de adquirir outros lotes de VBMT-LR, totalizando 186 viaturas, a partir de 2016.

As sucessivas contingências e restrições orçamentárias na área de defesa faz com que mesmo com o anúncio desta sexta-feira, o Exército Brasileiro não tenha qualquer previsão de aquisição da viatura LMV da IVECO Defence em futuro próximo

Após a conclusão do desenvolvimento das viaturas 6x6 da Nova Família de Blindados sobre Rodas (NFBR) e o início do desenvolvimento das plataformas 8x8, o Projeto Guarani concluiu o processo para obtenção das viaturas leves, 4x4.


O LMV

Lançado em 2002 na EUROSATORY pela IVECO Defence o LMV, rapidamente tornou-se a viatura clássica no seu segmento lançando o padrão que seria seqguido nos próximos anos.

A disseminação do emprego de IEDs (Artefatos Explosivos Improvisados) tornou a célula de sobrevivência da tripulação do LMV um item essencial.

Mais de 4.000 já foram produzidos e estão em operação nos mais diferentes teatros de operações, tais como: Iraque e Afeganistão.

Os países que usam o LMV, entre outros estão o Reino Unido, Noruega, Espanha, Bélgica e Itália.

O seu motor é a versão militarizada da viatura comercial IVECO Daily.

O LMV era reconhecido sempre como o projeto, que melhor atendia aos requisitos do Exército Brasileiro. A única restrição era o custo de aquisição.

DefesaNet obteve a informação, que na Proposta Técnico-Comercial Final referente ao processo de Obtenção por Nacionalização da Viatura Blindada Multitarefa - Leve de Rodas (VBMT-LR),  o valor apresentado pela IVECO Defence foi menor que o da AVIBRAS  com o TUPI / SHERPA.
      





Publicado na Página do Escritório de Projetos do Exército - EPEx
Conclusão do Processo para Obtenção Viaturas Leves 4x4
Link para  página do EPEx


Após a conclusão do desenvolvimento das viaturas 6x6 da Nova Família de Blindados sobre Rodas (NFBR) e o início do desenvolvimento das plataformas 8x8, o Projeto Guarani concluiu o processo para obtenção das viaturas leves, 4x4.

Em Reunião Decisória Especial de 06 de abril de 2016, sobre a Viatura Blindada Multitarefa, leve sobre rodas, foi escolhida a viatura LMV da empresa IVECO.
Depois de mais de um ano e meio de avaliações técnicas, a LMV saiu vencedora no processo licitatório, em que se destacou pelo atendimento técnico aos requisitos impostos pelo Exército e pelo preço final do produto.

O Exército Brasileiro, dessa forma, finaliza o escopo de plataformas da NFBR, importante passo em direção à mecanização da Força.



Requisitos Técnicos para a VBMT-LR

Guarnição – 5 pessoas
Configuração 4x4 ou 4x2 com acionamento 4x4 de dentro da cabina

Carga - 2000 cartuchos 7,62mm x 51
1000 cartuchos .50
200 granadas calibre 40
Nota; não necessita ser cumulativo

Interior – Ar condicionado (série)
Sistema NBQ – Possibilidade de instalação
Motor – Diesel
Transmissão – Automática
Pneus – Sistema central de controle de pressão

Dimensões

Altura - 2,20m
Peso em Ordem de Marcha - 8.000kg
Capacidade de Carga - 1.000kg

Performance

Transposição Vau 0,8 m
Velocidade Máxima 90km/h

Proteção

Lançador de granadas fumígenas

Proteção Padrão OTAN STANAG 4569

Balística     Nível 3 7.62 x 51 AP - 30 m 930 m/s
Anti-minas Nível 2   6 kg de explosivos Ação em qualquer das 4 rodas

Sistemas de Armas

Condições de receber e operar, em configurações distintas, um dos seguintes sistemas de armas, com movimento horizontal de 360° e movimento vertical com o ângulo de, pelo menos, -7' a +45°:

a - Um sistema de armas que seja estabilizado, acionado e controlado remotamente (Remote Controlled Weapon Staition — RCWS), formado por uma metralhadora calibre 7,62x51 mm ou calibre .50, intercambiáveis, e um lança-granadas de 40 mm. O sistema deve ser dotado de um sistema de observação, direção e controle de tiro com visão diurna e noturna.

b - Um sistema de armas utilizando uma rorreta blindada simples, formado por uma metralhadora calibre 7,62x51 mm ou calibre 50, intercambiáveis, e um lança-granadas de 40 mm.

Os veículos percorreram 4.000 km, em diferentes condições, com peso em ordem de combate, e deveriam completar sem falhas.

Notas DefesaNet

Acompanhe mais notícias sobre o Projeto Estratégico do Exército Guarani nas Coberturas Especiais

Cobertura Especial Guarani Link

Cobertura Especial Doutrina Militar Link

Matérias Relacionadas

VBTM-LR


EB – Dada a partida à Viatura Blindada Multitarefa, Leve de Rodas (VBMT-LR) 2013 Link

IVECO –LMV
Sistema de proteção da VBMT-LR IVECO LMV 2015 Link

Competidores

AVIBRAS – TUPI
Avibras apresenta sua Viatura Multitarefa Blindada Tupi Link
 
INBRA - Apresenta o GLADIADOR II Link


Outras coberturas especiais


Helibras

Helibras

Última atualização 23 OUT, 12:00

MAIS LIDAS

Guarani