COBERTURA ESPECIAL - Pandemic War - Naval

01 de Fevereiro, 2021 - 00:50 ( Brasília )

Tanque Gigante de Oxigênio Líquido navega rumo a Manaus

Navio-Patrulha “Pampeiro” realiza segurança da balsa com tanque de oxigênio que atenderá hospitais de Manaus (AM)

 
Na madrugada de sábado (30JAN21), o Navio Patrulha (P-12) “Pampeiro’, da Marinha do Brasil, partiu de Belém (PA), rumo a Manaus (AM), escoltando a balsa com tanque de 90 mil m³ de oxigênio líquido.

O tanque que havia sido transportado de Santos (SP) pelo Navio-Patrulha Oceânico “Apa”, chegou à Belém no dia 26, sendo, em seguida abastecido com oxigênio líquido pela empresa fornecedora White Martins.

No momento a balsa, escoltada pelo Navio Patrulha “Pampeiro” já se encontram navegando no Rio Amazonas. A partir de Santarém (PA), a escolta passará a ser realizada pelo Navio-Patrulha Fluvial “Roraima”. A previsão de chegada na capital amazonense é na primeira semana de fevereiro.

No âmbito da operação Covid-19, as Forças Armadas estão realizando todos os esforços para apoiar as ações no estado do Amazonas. Nesse contexto, desde o dia 8 até o dia 29 de fevereiro, já foram executados 97 voos para apoio logístico de transporte para insumos hospitalares e 35 voos para remoção de pacientes, totalizando 916 horas de vôo.

Dentre as principais ações realizadas destacam-se: Remoção de 349 pacientes para outros Estados; transporte de 3.918 cilindros de oxigênio, sendo 1.150 cilindros transportados por balsas; transporte de 15 usinas de produção de O²;  transporte de 252 tanques de oxigênio líquido; transporte de 57 respiradores; doação de 47 respiradores pela Marinha do Brasil/USP; transporte de 3,1 Ton de medicamentos, totalizando 968 toneladas de material; transporte de um tanque de 90 mil m3 de oxigênio de Santos/SP para Belém/PA; e disponibilização de 2 hospitais de campanha.
 

Clique na imagem para expandir

O Navio-Patrulha “Pampeiro”, subordinado ao Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Norte, saiu da cidade de Belém (PA), na madrugada do dia 30 de janeiro, para garantir a segurança da navegação da balsa que transporta o tanque de oxigênio líquido que abastecerá hospitais na cidade de Manaus (AM). O município enfrenta colapso no sistema de saúde, devido ao agravamento da pandemia no novo coronavírus no Amazonas. A atividade faz parte da Operação “Covid-19”, que as Forças Armadas atuam para mitigar as consequências da doença.

A Marinha do Brasil (MB) tem empregado meios e pessoal para contribuir com toda logística necessária para o transporte rápido e seguro do material. A primeira etapa foi realizada pelo Navio-Patrulha Oceânico “Apa” que partiu de Santos (SP), no dia 19 de janeiro, transportando um tanque de 54 toneladas. Ele chegou ao estado do Pará, no dia 26, onde se iniciou o processo de envasamento de 90 mil m³ de oxigênio líquido pela empresa fornecedora White Martins.

A segunda fase é feita pelo Navio-Patrulha “Pampeiro”, responsável por escoltar a balsa em vias fluviais até a cidade de Santarém (PA). O terceiro e último trecho será acompanhado pelo Navio-Patrulha Fluvial Roraima, subordinado pelo Comando da Flotilha do Amazonas. A previsão de chegada na capital amazonense é na primeira semana de fevereiro.

No Pará, a MB teve apoio da Companhia Docas do Pará (CDP), da White Martins, da Santos Brasil e do Sindicato das Empresas de Navegação Fluvial e Lacustre e das Agências de Navegação no Estado do Pará (Sindarpa).


 

VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


Tank

Tank

Última atualização 23 JUL, 08:00

MAIS LIDAS

Pandemic War