COBERTURA ESPECIAL - Modernização FAB - Aviação

08 de Outubro, 2020 - 11:20 ( Brasília )

Primeira aeronave T-27 Tucano da FAB entra em fase final de modernização

Objetivos são modernizar o painel de instrumentos da aeronave, adaptando-a às novas regras de tráfego aéreo e às novas demandas de formação dos pilotos da FAB e reduzir as obsolescências logísticas existentes

Tenente-Coronel Santana

Primeira aeronave T-27 Tucano da Força Aérea Brasileira (FAB) está em fase final do processo de modernização. O avião é empregado nos voos de instrução dos Cadetes da Academia da Força Aérea (AFA), localizada em Pirassununga (SP). Nesta etapa, a aeronave também receberá nova pintura.

A modernização é realizada pela empresa Albatross, em parceria com a FAB, no Parque de Material Aeronáutico de Lagoa Santa (PAMA LS), em Minas Gerais, e entre os objetivos estão a modernização do painel de instrumentos da aeronave, adaptando-a às novas regras de tráfego aéreo, como os procedimentos RNAV e RNP (tradução do inglês, Navegação de Área e Performance de Navegação Requerida) e às novas demandas de formação dos pilotos da FAB e reduzir as obsolescências logísticas existentes. Em paralelo à modernização das aeronaves, são desenvolvidos também sistemas de simulação para que esses auxílios à instrução reflitam fielmente a nova configuração, o que irá colaborar para uma formação mais moderna e eficiente.

A previsão inicial é de modernizar 42 aeronaves, até dezembro de 2022. As primeiras aeronaves de série serão entregues no primeiro semestre de 2021. O Diretor do PAMA LS, Coronel Aviador Marcelo Reed Sardinha, destaca a relevância do processo de modernização das aeronaves. "Este é um avanço para a Força Aérea, de modo que será possível aprimorar a formação do Cadete da Aeronáutica, no que se refere ao voo por instrumentos, uma vez que o painel será modificado para atender aos modernos requisitos de navegação para voar no espaço aéreo brasileiro. A modernização também trará uma solução para a obsolescência de alguns componentes do painel de instrumentos, itens que não possuem alternativas no mercado. Ou seja, mais flexibilidade para a cadeia de suprimentos", explicou o Oficial, destacando que o T-27 em fase final é o primeiro de dois protótipos. 

O Comandante-Geral de Apoio, Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos de Almeida Baptista Junior, enalteceu a importância do trabalho realizado. "Nasce uma nova era do T-27 Tucano, a aeronave utilizada na formação dos futuros Oficiais da Força Aérea Brasileira", disse o Oficial-General.

Fotos: Sargento Matheus Melo/PAMA LS



Outras coberturas especiais


Forças Especiais

Forças Especiais

Última atualização 25 NOV, 09:50

MAIS LIDAS

Modernização FAB