COBERTURA ESPECIAL - Gripen NG Brazil - Aviação

20 de Julho, 2014 - 16:00 ( Brasília )

GRIPEN E - SAAB Apresenta Update II - Future Battlefield

Apresentação do Gripen Update com Cenários Operacionais pelo executivo da SAAB Lennart Sindahl


Nota DefesaNet

Apresentação em duas partes sobre a atualização de informação sobre o Programa Gripen E (NG)

GRIPEN E - SAAB Apresenta Update I Link

GRIPEN E - SAAB Apresenta Update II - Future Battlefield Link

Para muitos dos conceitos expostos pela SAAB acesse a matéria de Vianney Jr Caças: O “X” da Quest..., digo, da Geração Link

Para mais detalhes sobre a decisão brasileira referente ao Gripen NG acesse a Cobertura Especial Gripen NG Link

O editor

Apresentação dos cenários operacionais (Battlefield Scenarios)  por  Lennart Sindahl, Vice CEO da SAAB, no FIA Farnborough 2014.

Apresentamos uma série de lâminas que detalham os cenários operacionais. É dada uma pequena explicação para entendimento do leitor não familiarizado com os termos usados

Os cenários apresentados são tês expostos abaixo:


1 - Campo de Batalha Silencioso - THE SILENT BATTLEFIELD

Ser discreto e lutar em ambientes com intenso espectro de freqüências
Táticas estabelecidas no emprego de Datalinks de Alta Velocidade, flexíveis e seguros.
Emprego de sensores passivos como IRST (Infrared Search and Search Tracking), radar passivo, ESM (Electronic Support Measures).
Padrão de Operar em Silêncio (sem emissão ou mínima de Freqüência)
Gerenciamento de Emissões de Freqüência

2 - Multimissão 2.0 - MULTI-ROLE 2.0

Aeronave Multi-role (Multimissão), com armamentos de emprego flexível, apoiados por uma avançada suite de Designador de Alvos (Targering) a bordo. O futuro dos armamentos é ser ....modular
Diferentes  seekers, fuzes, warheads -- trocados antes de cada missão
• Requisito de baixo custo (
low-cost) para integração,  testes e produção. O futuro são… armas multi alvos (multi-target)
• Mesmo míssil para DEAD (Destruction of Enemy Air Defenses ex-SEAD) e air-to-air
• Mesmo missil para missões ar-terra e anti-navio. O futuro são..... armamentos inteligentes
• Comunicações entre os armamentos
• Armamentos with submunições– mísseis cruise com múltiplas configurações de carga
• Capacidade ISR (Intelligence Surveillance Reconnaissance) integrada ao armamento. No futuro os armamentos necessitarão atualizar-se para acompanhar as novas ameaças, somente o Gripen provê uma solução eficaz e e baixo custo para a integração rápida (e com êxito) de novas armas embarcadas

3 - Descentralização.- DECENTRALISATION

Arranjo em Bases de forma flexível para sobrevivência em conflito. Bases Aéreas são grandes alvos. Contra um oponente capaz a Força necessita desdobrar-se para sobreviver. 
Cada vez mais as Forças Aéreas operam em áreas com pouca disponibilidade ou até nenhuma infra-estrutura.
Bases dispersas garantem proteção contra um ataque e garantem uma resposta flexível e incerta aos agressores.
Bases dispersas permitem uma pequena força cobrir uma extensa aérea.
Garante aos comandantes a liberdade de  movimento e a habilidade de emprego em um curto ciclo de decisão.
Bases dispersas demandam o domínio de comunicações seguras  e a integração de Datalink





























































Outras coberturas especiais


Ecos - Guerras, Conflitos, Ações

Ecos - Guerras, Conflitos, Ações

Última atualização 18 NOV, 12:30

MAIS LIDAS

Gripen NG Brazil