13 de Dezembro, 2013 - 10:30 ( Brasília )

Aviação

Air Canadá comprará Boeing 737 MAX para substituir modelos Airbus e Embraer


Toronto (Canadá), 12 dez (EFE).- A principal companhia aérea canadense, a Air Canadá, comprará 61 aviões Boeing 737 MAX, com a opção de elevar o pedido para 109 aeronaves, para substituir gradativamente sua atual frota da Airbus e da Embraer, informou nesta quinta-feira a empresa.

A aquisição tem um valor nominal de US$ 6,5 bilhões, segundo a empresa anunciou ontem à noite, mas os analistas do setor acreditam que a Air Canadá obteve um considerável desconto. A operação inclui a compra de 33 unidades do modelo 737 MAX 8 e outras 28 do modelo 737 MAX 9.

Além disso, Air Canadá tem a opção de comprar mais 18 aeronaves e o direito de compra de outras 30. As unidades substituirão a frota de aviões Airbus com capacidade superior a 150 passageiros utilizada atualmente pela Air Canadá.

A entrega dos aviões começará no início de 2017 com dois aviões, 16 ao ano seguinte, 18 em 2019, 16 em 2020 e nove em 2021. O acordo também inclui a compra por parte da Boeing de até 20 dos 45 modelos Embraer E190 que a Air Canadá possui atualmente em sua frota. As aeronaves da empresa brasileira serão "inicialmente substituídas por aviões arrendados e maiores até que a companhia receba os Boeing 737 MAX", explicou a Air Canadá.

Os restantes dos modelos da Embraer poderiam ser substituídos pelos novos aviões da série C da Bombardier, principal rival da empresa brasileira. A Air Canadá espera que sua frota chegue a 214 aviões até o final de 2019, frente aos 192 que a companhia possui na atualidade. EFE jcr/dk