COBERTURA ESPECIAL - Argentina - Naval

30 de Novembro, 2017 - 21:10 ( Brasília )

ARA San Juan - Argentina abandona busca SAR agora procura só os destroços




BUENOS AIRES - A Marinha Argentina informou nesta quinta-feira, 30, que continuará com a busca do submarino ARA San Juan, desaparecido há 15 dias, mas não com o resgate de sobreviventes (Busca SAR). Segundo o anúncio, o tempo possível de sobrevivência dos 44 tripulantes foi dobrado, sem que ninguém fosse encontrado.

O capitão e porta-voz do corpo militar, Enrique Balbi, disse à imprensa que "não encontraram evidência alguma do naufrágio nas áreas exploradas".

Questionado sobre a chance de os tripulantes estarem mortos, Balbi disse que "até que se tenha a localização" da embarcação, não será dada uma "confirmação categórica", mas advertiu que "estendeu ao dobro o tempo das possibilidades de resgate".

O Ministério da Defesa e a Marinha do país continuarão, agora, com a próxima fase, que inclui a busca - não mais o resgate - do San Juan no Oceano Atlântico. Balbi lamentou que "apesar da magnitude dos esforços feitos não foi possível localizar o submarino".

O último contato do submarino com a base foi no dia 15 de novembro, pela manhã, quando navegava no Atlântico Sul, no alto do Golfo de San Jorge, a 450 km da costa. Três horas depois, um ruído semelhante a uma explosão foi gravado a 30 milhas de onde eles fizeram o último relatório.


No dia 29 Novembro a Armada Argentina anunciou que estava concentrando as busca em uma área menor





VEJA MAIS