COBERTURA ESPECIAL - Front Interno - Geopolítica

05 de Dezembro, 2018 - 23:40 ( Brasília )

Gen Ex Pinto Silva - Declarações de Macron na Argentina



DECLARAÇÕES DE MACRON NA ARGENTINA.
 

Carlos Alberto Pinto Silva

General de Exército da reserva / Ex-comandante do Comando Militar do Oeste, do Comando Militar do Sul, do Comando de Operações Terrestres, Membro da Academia de Defesa e do CEBRES.



O Brasil desafia os interesses de outros países por suas potencialidades: área territorial; população; riquezas minerais; reservas de água doce; reservas petrolíferas; parque industrial; agronegócio; grande reserva de áreas agricultáveis; e clima ameno.

Poder Nacional, relembrando, é o conjunto integrado de meios de toda ordem de que dispõe a nação, acionados pela vontade nacional, para conquistar e manter os objetivos nacionais. Neste conceito de Poder está subjacente a capacidade de um país de defender seus interesses no campo interno e externo

Para tanto, é de grande importância o uso inteligente, eficaz e integrado do conjunto completo de ferramentas (Diplomáticos e Jurídicos – Persuasão – poder brando, e Militares, Políticos, Econômicos, e Psicossociais - coerção e/ou intimidação - poder bruto) à disposição do Poder Nacional, e ainda a seleção da ferramenta ou da combinação de ferramentas adequadas para cada situação que se dispõe usar atividades de ameaças híbridas para defesa de interesses de Estados Nacionais e ou grupos políticos.1

O conceito de Poder Eficaz aludi ao conjunto completo de ferramentas à disposição do Poder Nacional, e à seleção da ferramenta ou da combinação de ferramentas adequadas para cada situação: meios Diplomáticos, Jurídicos, Militares, Políticos, Econômicos, e Psicossociais.2 

O conflito moderno é, hoje em dia, um sistema articulado de ações – política, econômica, psicológica, militar – que visa desestabilizar a ordem vigente, para a derrubada da autoridade estabelecida no país e sua substituição por outro regime, visando atender a defesa de interesses de países e ou de grupos nacionais. Meios usados diplomáticos e jurídicos – Persuasão – poder brando, e meios militares, políticos, econômicos, e psicossociais - coerção e/ou intimidação - poder bruto.

A natureza da política internacional cria condições em que o lado que pode atuar primeiro e passar despercebido na busca de seus objetivos políticos, provavelmente adquire uma posição vantajosa antes que a comunidade internacional ou o país hostil possa perceber a situação, e trabalhar para objetar essa ação.  No entanto, uma nação deve possuir a capacidade e vontade de escalar o uso da força física para conquistar objetivos e ou defender seus interesses.

As atividades de Guerra Híbrida são desencadeadas, como poder eficaz, em função de atos ou ações consideradas hostis por países ou grupos com interesses políticos.

Politicamente, o conflito moderno, é impulsionado pela idéia de que a política internacional está em um estado de luta permanente na defesa de seu interesses contra atividades hostis de países ou grupos. Como resultado, as nações devem estar em constante estado de alerta umas com as outras , ou em defesa a ações de grupos hostis.

A esquerda brasileira elaborou uma definição operacionalizada da "Identidade do Novo Governo", que é maleável e pode ser manipulada de acordo com seus interesses políticos e estratégicos.

 A “Identidade do Governo Bolsonaro” é marcada, na visão da esquerda, por algumas características:

- presidente fascista,
- radical de direita;
- perseguidor de minorias;
- homofóbico;
- crítico a política de Direitos Humanos;
- antiglobalização, e,
- contra a política de proteção ao Meio Ambiente.


O jornal “El País”, da Espanha, destacou, no final de 2009, que o incremento das relações diplomáticas, políticas, econômicas e militares entre Brasil e França era motivo de “preocupação” para a diplomacia norte-americana. Essas preocupações são expostas em uma mensagem intitulada “França e Brasil: o começo de uma história de amor”.3

Macron, atual presidente da França, deixou de ser ministro de um Governo socialista, mas não deixou de ser socialista. Ele é um político que atualiza o socialismo democrático ao mundo de hoje. Depois da Terceira Via, a direita conservadora voltou e instalou-se. E o Mundo ficou mais desigual. Sem dúvida que é preciso recuperar o socialismo de esquerda democrática para convergir, outra vez, para a igualdade.4

Há, contudo, muitos socialistas de centro-esquerda que concordam com a necessidade de reformas, e o próprio Macron já se descreveu como "homem de esquerda".  6

A “Identidade do Governo Bolsonaro”, propagada pela esquerda no país e no exterior, apresenta um governo que poderá ser hostil aos interesses políticos, econômicos e comerciais da França.

A aproximação do Brasil com os Estados Unidos, no novo governo, pode significar um fim de uma história de amor da esquerda brasileira e o socialismo francês;

As declarações de Macron são mais uma defesa dos agricultores franceses, num momento de grandes manifestações de outros grupos em Paris, do que reação a um acordo que se discute a vinte anos e não é de interesse da União Europeia;

Países se movimentam conforme seus interesses e obtém sucesso em função de sua capacidade e vontade de exercer Poder.

Poder geopolítico das nações pressupõe potencial econômico, político, e estratégico militar.

Ao se falar em oportunidades para o Brasil na atual conjuntura, cresce de importância a capacidade de exercer influência e Poder como ator regional, e algum grau de interferência como agente global, e caso nossas elites políticas não entendam que exercer Poder é essencial no mundo moderno, o país estará perdendo grandes chances no grupo das nações em desenvolvimento.

A atual conjuntura política, econômica e de defesa, o rastro geoestratégico, geopolítico e geoeconômico deixado pelo Brasil, fez crescer o seu alcance espacial geoestratégico, trazendo ao Estado Brasileiro a necessidade de influenciar e exercer poder nas seguintes áreas: América do Sul; África Atlântica, do Marrocos a Cidade do Cabo na África do Sul; Caribe; América Central; Oceano Atlântico, do Trópico de Câncer para o Sul; e a Antártida; e, ainda, algum grau de ingerência como ator global.

A luta pelo Poder continua real e verdadeira no nosso mundo globalizado.

___________________________

1 - Grupos nacionais ou estrangeiros

2 -  Diplomáticos e Jurídicos – Persuasão – poder brando, e Militares, Políticos, Econômicos, e Psicossociais - coerção e/ou intimidação - poder bruto

3 - https://jornalggn.com.br/blog/antonio-ateu/poder-defesa-eficaz-ou-dependencia-eficaz

6 - Influenciar com ator regional e interferir como agente global.

VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


Base Industrial Defesa

Base Industrial Defesa

Última atualização 13 DEZ, 12:50

MAIS LIDAS

Front Interno