COBERTURA ESPECIAL - Embraer - Aviação

27 de Fevereiro, 2014 - 16:10 ( Brasília )

Embraer: decisão de sindicato não altera pedido da AA


A Embraer informou nesta quarta-feira que a decisão do sindicato de pilotos da norte-americana American Eagle não altera o pedido da controladora da companhia, a American Airlines (AA), que permanece na carteira de pedidos da fabricante brasileira de aeronaves.

Há cerca de duas semanas, o sindicato de pilotos da American Eagle rejeitou um acordo trabalhista que garantiria concessões em contratos e permitiria a renovação da frota com aviões da Embraer de cerca de 70 passageiros.

Embraer tem lucro líquido de R$ 607 milhões no 4º trimestre*

A Embraer reportou lucro líquido atribuído aos acionistas de R$ 607,2 milhões no quarto trimestre de 2013, o que corresponde a uma alta de 139,4% ante os R$ 253,6 milhões de igual período de 2012. O lucro líquido ajustado (excluído do imposto de renda e contribuição social diferidos) deu um salto ainda maior, de 212%, alcançando R$ 861,1 milhões, ante os R$ 275,9 milhões de um ano antes.

o ano, o lucro líquido aos acionistas somou R$ 777,7 milhões, alta de 11,45% frente aos R$ 697,8 milhões de 2012. O lucro líquido ajustado totalizou R$ 1,203 bilhão ante os R$ 836,3 milhões de um ano antes.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) da fabricante de aeronaves foi de R$ 1,252 bilhão no quarto trimestre do ano, montante 96,4% maior em relação aos R$ 637,9 milhões reportados no período de outubro a dezembro do exercício anterior.

A margem Ebitda saltou para 23,7% ante os 16,3% de um ano antes. Em 2013, o Ebitda somou R$ 2,239 bilhões, montante 27% superior ao reportado um ano antes. A margem Ebitda ficou em 16,4%, 1,9 ponto porcentual acima do verificado em 2012.

A receita líquida da Embraer foi de R$ 5,295 bilhões no quarto trimestre, aumento de 35% ante R$ 3,912 bilhões de um ano antes, apoiada nas fortes entregas realizadas no período, de 32 aeronaves comerciais e 53 aeronaves executivas. No ano, a companhia reportou receita de R$ 13,635 bilhões, acima dos R$ 12,180 bilhões de 2012, com a entrega total de 90 aeronaves comerciais e 119 executivas.

A companhia destacou que, com os resultados, atingiu as principais estimativas para 2013, como entregas de aeronaves, receita líquida, margens operacionais (Ebit) e Ebitda, mesmo excluindo-se alguns itens não recorrentes que impactaram positivamente o quarto trimestre de 2013.

Receita

A Embraer espera entregar este ano 92 a 97 jatos comerciais, 80 a 90 jatos executivos leves e 25 a 30 jatos executivos grandes. A receita líquida total deverá ficar entre US$ 6,0 bilhões e US$ 6,5 bilhões, com a seguinte contribuição aproximada de cada segmento de negócio: 53% da Aviação Comercial; 26% da Aviação Executiva; 20% da Defesa & Segurança e 1% de Outros negócios.

Ainda conforme o fato relevante, a empresa espera alcançar este ano uma margem Ebit consolidada de 9,0% a 9,5% (de US$ 540 milhões a US$ 620 milhões) e uma margem Ebitda de 13,0% a 14,0% (de US$

780 milhões a US$ 910 milhões).

Para os investimentos totais, a estimativa é de alcancem US$ 650 milhões em 2014. Desse total, a área de pesquisa representará US$ 80 milhões, desenvolvimento de produto representará US$ 320 milhões e capex será de US$ 250 milhões.

"Como resultado das estimativas de receita, lucro operacional e investimentos, assim como outros fatores, a companhia espera que em 2014 seu fluxo de caixa livre seja levemente positivo em dois dígitos", acrescenta a fabricante brasileira de aviões, no comunicado.

*Publicado originalmente na Exame.com.br