01 de Outubro, 2013 - 16:59 ( Brasília )

Defesa

Presidenta da República indica general para presidir a Autoridade Pública Olímpica


Brasília, 1º/10/2013 – A presidenta Dilma Rousseff encaminhou ao Senado Federal a mensagem nº 420 para apreciação do nome do general Fernando Azevedo e Silva para presidir a Autoridade Pública Olímpica (APO). A próxima etapa desse processo é a sabatina do oficial pelos senadores na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) e a votação da indicação no plenário do Senado.
 
Atual diretor do Departamento de Desporto Militar do Ministério da Defesa, o general Fernando integrou o grupo responsável pela realização dos 5º Jogos Mundiais Militares, ocorridos em 2011. Ele também teve papel destacado na preparação da bem-sucedida equipe de atletas-militares que participou dos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012. A APO é a entidade do governo federal que faz a interligação com os governos estadual e municipal nos Jogos Olímpicos Rio 2016.
 
A mensagem da presidenta Dilma foi publicada, hoje (1º), na Seção 1 do Diário Oficial da União. Logo pela manhã, o general esteve com o ministro da Defesa, Celso Amorim, e com o secretário geral do MD, Ari Matos. Ainda pela manhã, se reuniu também com o comandante do Exército, general Enzo Martins Peri.
 
Após os encontros, o general Fernando informou que pretende ir ao Senado dentro dos próximos dias para se colocar à disposição dos parlamentares.
 
Londres 2012 e Rio 2016
 
Na gestão do general Fernando no Departamento de Desporto Militar, o Brasil enviou a maior delegação de atletas-militares aos Jogos Olímpicos de Londres. Os 51 atletas foram responsáveis pela conquista de cinco das 17 medalhas olímpicas, com destaque para a judoca Sarah Menezes, que obteve ouro no judô.
 
Agora, uma vez aprovado seu nome no Senado, o oficial general terá por missão comandar a APO para os jogos olímpicos Rio 2016. Natural do Rio de Janeiro, general Fernando foi declarado aspirante a oficial da Arma de Infantaria, em 14 de dezembro de 1976, e promovido ao posto atual (general-de-divisão) em 31 de março de 2011. 
 
Foi comandante da Brigada de Infantaria Paraquedista (2007 a 2009); comandante do Centro de Capacitação Física do Exército (2009 a 2011); diretor do Departamento de Desporto Militar e presidente da Comissão Desportiva Militar do Brasil do Ministério da Defesa (2012 até o presente momento).
 
Integrou, como atleta, as equipes das Forças Armadas de Voleibol e de Paraquedismo. Disputou os campeonatos Brasileiro (infantil e juvenil), os Jogos Estudantis Brasileiros (JEB’s), o Mundial Militar do Conselho Internacional do Desporto Militar, entre outros.