COBERTURA ESPECIAL - Base Industrial Defesa - Tecnologia

27 de Agosto, 2013 - 09:37 ( Brasília )

Exército Brasileiro investe em Pesquisa e Desenvolvimento de tecnologias para emprego militar


No dia 15 de agosto, o Chefe do Departamento de Ciência e Tecnologia, General de Exército Sinclair James Mayer, participou da inauguração do Núcleo de Desenvolvimento de Tecnologias de Defesa, instalado no Centro de Pesquisa e Desenvolvimento (CPqD), que tem como objetivo contribuir para a evolução e a criação de novas tecnologias nas áreas de defesa e segurança do país.

O CPqD é uma instituição independente, focada na inovação com base nas Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC), cuja metas são contribuir para a competitividade do País e para a inclusão digital da sociedade. Desenvolve amplo programa de pesquisa e desenvolvimento, o maior da América Latina em sua área de atuação, gerando soluções em TIC que são utilizadas em diversos setores: telecomunicações, financeiro, energia elétrica, industrial, corporativo e administração pública.

Desde o início do ano, o CPqD está trabalhando com o Centro Tecnológico do Exército (CTEx) em um projeto de pesquisa e desenvolvimento de tecnologia de Rádio Definido por Software (RDS) voltado para Defesa, o que permitirá, por exemplo, que Exército, Marinha e Aeronáutica possam se comunicar diretamente, sem que para isso tenham de recorrer aos meios de comunicação civis, o que aumenta a segurança das conversas, facilita a logística das operações e garante maior flexibilidade para estruturação do uso das frequências para a área de defesa.

Outro benefício do RDS almejado pelo sistema de defesa brasileiro é a simplificação do processo de evolução tecnológica, por meio do desenvolvimento de novos softwares, sem necessariamente alterar os equipamentos-rádio. Ainda, com a introdução da transmissão de radiofrequência digital, o país pode passar a trabalhar com modelos criptografados bastante complexos.

De acordo com o Chefe do DCT, uma vez desenvolvida, essa tecnologia será empregada no Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras (SISFRON), que tem seu projeto piloto em execução na região Centro-Oeste do Brasil.

Além da parceria com o CPqD, o Exército pretende instalar, em Campinas, um Centro de Pesquisa e Desenvolvimento de Tecnologia de Informação que permitirá ao País ter maior segurança para o uso de equipamentos que evitem o monitoramento de dados pela internet, os quais atualmente são importados, representando grande risco para a preservação de informações.



Outras coberturas especiais


Argentina

Argentina

Última atualização 19 NOV, 21:40

MAIS LIDAS

Base Industrial Defesa