COBERTURA ESPECIAL - Relatório Otálvora - Inteligência

19 de Dezembro, 2021 - 09:40 ( Brasília )

Relatório Otálvora: Brasil é meta do Castro-Chavismo para 2022


Relatório Otálvora: Brasil é meta do Castro-Chavismo para 2022

EDGAR C. OTÁLVORA
Diario las Americas
18 de dezembro de 2021
@ecotalvora

 

No Brasil, alguns analistas ainda questionam a candidatura de Lula, mas do exterior, da aliança continental Castro-Chavista, é certo que estão trabalhando para colocar seu aliado de volta no Palácio do Planalto.

Impor o retorno de Lula da Silva à presidência do Brasil é o grande projeto atual da esquerda continental. Garantir uma vitória eleitoral, em 02OUT2022, ou provocar um golpe contra Jair Bolsonaro tem sido manifestado por setores da esquerda brasileira.

 

*****

 
Em 16DEZ2021, as organizações radicais Movimento dos Sem Terra (MST) e Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), lideradas por João Pedro Stédile e Guilherme Boulos, iniciaram uma fase de aquecimento das ruas do país. Os dois líderes, que formalmente não pertencem ao PT, são peças operadas por Lula da Silva. Usando a sigla MLB (“Movimento de Luta em Bairros, vilas e favelas”), os aliados de Lula ordenaram a tomada de supermercados em uma dezena de capitais do país nas mais difeentes regiões:  Amazônia Belém do Pará, Nordeste -  Aracajú, Fortaleza, Natal e Salvador, indo até o Sul em  Porto Alegre, incluindo ações em São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte. "Natal sem fome" é o lema com que começaram a invadir os supermercados.


 
Ação do MLB em Porto Alegre. (Ver matéria
Front Interno - Famílias ocupam supermercados em pelo menos nove capitais e pedem comida

*****

 
O ex-frei brasileiro Leonardo Boff, um dos iniciadores da infiltração marxista na Igreja Católica conhecida como “Teologia da Libertação” e confidente de Lula da Silva, tuitou, em 15DEZ2021, um apelo ao golpe contra Jair Bolsonaro.

“Nunca entendi por que se espera um impeachiment para afastar o Inominável.Ele cometeu todos os desatinos,ofendeu a constituição, violou as leis, fez ameaças de golpe e transformou a mentira e a vingança como política de estado.Não são razões suficientes para tirá-lo do poder?”.
 


O tweet de quem atua como assessor ambiental do Vaticano, além de ser um apelo à ruptura constitucional no Brasil , é uma demonstração interessante da gestão da propaganda que a esquerda usa para se referir aos processos de acusação contra presidentes quando se trata de seus próprios, suas fichas. No Brasil, em processo análogo ao dos Estados Unidos, presidentes são processados e demitidos por meio de impeachment do Legislativo. Com base nas normas constitucionais, o Congresso brasileiro demitiu Dilma Rousseff, em 2016, no que a esquerda mundial continua a descrever como um “Golpe de Estado”.

O onipresente aparato de propaganda da esquerda conseguiu impor essa narrativa aos processos de impeachment e demissão, contemplados nas respectivas constituições, que acabaram com os governos do esquerdista Manuel Zelaya de Honduras em 2009 e de Fernando Lugo do Paraguai em 2012 e que a semanas atrás foi julgado contra Pedro Castillo, no Peru.

Quando os presidentes de esquerda são destituídos esta denuncia  “Golpe de Estado”, cuando os presidentes esquerdistas renuncian ante os protestos populares e solicitam que lhes sej permitido abandonar o país, como Hugo Chávez, em 2002 e Evo Morales, em 2019, tambem denunciam como “ Golpe de Estado".
 
Sem força parlamentar para processar e remover Bolsonaro, o confessor de Lula está convocando um golpe no Brasil. Em todo caso, as forças militares e as ruas do Brasil não parecem aderir ao plano golpista do ex-franciscano.

 

*****

 
O lançamento da candidatura de Lula da Silva à presidência do Brasil ocorreu no dia 10DEZ2021, em Buenos Aires. A ex-presidente, atual vice-presidente e chefe política do governo argentino, Cristina de Kirchner, fez uso da palavra em ato na Plaza de Mayo supostamente dedicado a exaltar o “Dia da Democracia”, do qual participou seu presidente Alberto Fernández e como  convidados de honra da tribuna estavam sentados Lula da Silva e o sonolento Pepe Mujica. Kirchner ficou encarregado de proclamar a candidatura de Lula e prever sua vitória. Os militantes de Kirchner que compareceram ao evento oficial exibiram bandeiras e faixas brasileiras com o texto "Lula Presidente".


No dia seguinte, Lula foi o palestrante em evento organizado pelas organizações sindicais argentinas peronistas CGT e CTA. Para mostrar que ele, o governo argentino e a esquerda chilena estão trabalhando de forma coordenada, Lula em seu discurso disse "vamos reconquistar o Chile", em apoio aberto à candidatura do esquerdista Gabriel Boric que passou a segunda rodada presidencial a ser realizada, em 19DEZ2021. A "não ingerência nos negócios de outros países" que tanto a esquerda exige, não é um remédio que a esquerda goste de tomar.

Como já aconteceu no Peru, com as eleições de 06JUN2021, a esquerda chilena em geral concentra-se em torno de Boric, que ameaça seriamente chegar à presidência do Chile.

No Brasil, alguns analistas ainda questionam a candidatura de Lula, mas do exterior, a partir da aliança continental Castro-Chavista, é certo que estão trabalhando para colocar seu aliado de volta no Palácio do Planalto.

Por certo. O convite de Alberto Fernández para que Lula fosse a Buenos Aires para exaltá-lo e condecorá-lo, teria levado Jair Bolsonaro, que até 17DEZ2021 ocupou a presidência semestral do Mercosul, a suspender pessoalmente a planejada Cúpula presidencial, voltando ao esquema de uma reunião por teleconferência. Fernández e Bolsonaro nunca tiveram um encontro pessoal e estimou-se que a viagem do argentino a Brasília seria a ocasião para quebrar o gelo.


*****

 
Em 10DEZ2021, em Tianjin, o vice-ministro das Relações Exteriores da China, Ma Zhaoxu, assinou uma declaração com Laureano e Rafael Ortega Murillo, filhos de Daniel Ortega e Rosario Murillo e responsáveis ??pela rede de negócios da família provavelmente mais rica da Nicarágua . Minutos antes, o ministro das Relações Exteriores de Ortega, Denis Moncada, havia anunciado de Manágua o rompimento das relações com Taiwan, o restabelecimento das relações com a China e a falta de reconhecimento de Taiwan como país independente. A última é uma declaração obrigatória para qualquer governo que aspira começar a receber financiamento de Pequim.
 
A decisão dos Ortega-Murillos de permanecer no poder a todo custo com um processo eleitoral fraudulento, apoiado pela Rússia e pela China, significa a expansão da presença política chinesa na América Central . A decisão da família Ortega-Murillo poderá ser seguida por Honduras, a partir de 27JAN2021, data da mudança de governo em Tegucigalpa. A presidente eleita de Honduras, Xiomara Castro, prometeu abrir relações com a China com o conseqüente iafastamento de Taiwan.
 
A China está se posicionando rapidamente no continente americano e isso não tem apenas conotações comerciais ou diplomáticas. A América Central está vendo um aumento no número de governos insatisfeitos com os EUA e dispostos a fazer acordos militares com a Rússia e a China. Na verdade, a Nicarágua é uma base comprovada de apoio logístico para bombardeios estratégicos russos. No caso de Honduras, a chegada ao poder de Xiomara Castro, esposa de Manuel Zelaya, pode significar a quebra dos acordos que permitem a presença do Comando Sul dos Estados Unidos na base aérea José Enrique Soto Cano (Palmerola).

No vizinho El Salvador, o presidente Nayib Bukele está construindo sua própria versão de um governo hegemônico, não relacionado à aliança Castro-Chavistaz, voltado para os EUA e pronto para abrir portas para a China e a Rússia.
 
Por enquanto, o governo Joe Biden decidiu continuar com uma linha de pressão sobre os Ortega-Murillos com sanções contra os líderes do regime. Em El Salvador, Biden optou por retirar o financiamento do governo Bukele e punir funcionários do governo salvadorenho. Quanto a Honduras, a Casa Branca tenta se aproximar do novo presidente jogando a carta da manutenção de boas relações, missão confiada à vice-presidente Kamala Harris.

A China mostra sua carteira e os governos da América Central , como outros, no resto do mundo, precisam de recursos. A China quer mostrar sua força militar e está procurando bases potenciais no exterior.

Por certo. A vontade do governo não esquerdista do Uruguai de negociar individualmente um acordo comercial com a China está explodindo o Mercosul. Na cúpula presidencial de 17DEZ2021, o governo uruguaio não endossou a declaração do encontro e vetou a redução de tarifas planejada pelo grupo com a condição de que pudesse avançar com o acordo chinês.
 

*****

 
Em 13DEZ2021, o governo cubano anunciou a chegada de Nicolás Maduro a Havana. Foi a segunda visita de Maduro à ilha em menos de duas semanas. Pouco depois, dois aviões da Bolívia pousaram no aeroporto José Martí: o jato presidencial Falcon 900 e um C-130H Hercules. Aeronaves da Força Aérea Boliviana transportavam o presidente boliviano Luis Arce e sua comitiva, o que teria trazido algumas doações ao governo cubano. Maduro e Arce foram acompanhados no dia seguinte pelo anfitrião Miguel Mario Díaz-Canel, junto com Daniel Ortega da Nicarágua, o Primeiro Ministro de São Vicente e Granadinas e um grande operador Castro-Chavista no Caribe, Ralph Gonsalves, o Primeiro Ministro de Granada Keith Mitchell e os enviados dos governos de Santa Lúcia, Antígua e Barbuda e São Cristóvão e Neves.



O objetivo do encontro foi comemorar o 17º aniversário da criação do mecanismo do "“Alianza Bolivariana para los pueblos de Nuestra América-Tratado de Comercio de los Pueblos”, conhecido como ALBA. O mecanismo pelo qual Fidel Castro e Hugo Chávez compraram respaldo político no Caribe com a distribuição de petróleo e dólares venezuelanos é hoje uma das frentes de ação política internacional das ditaduras Castro-Chavistas com especial interesse na zona caribenha.

 

 

*****

A presença do Chanceler de Santa Lúcia, Alva Romanus Baptiste, foi especialmente destacada pelos meios de propaganda dos governos de Caracas e Havana. Santa Lúcia, desde 2016, durante o governo Allen Chastanet, manteve uma linha internacional de ação em defesa da democracia, retirando-se do mecanismo da ALBA e participando ativamente do Grupo Lima sobre a Venezuela. As eleições de 26JUL2021, marcaram a destituição de Chastanet do cargo de primeiro-ministro e a eleição de Philip J. Pierre do Partido Trabalhista de Santa Lúcia. A pesquisadora venezuelana de temas caribenhos Mirna Yonis, consultada para este Relatório, confirmou que a mudança de presidente em Santa Lúcia, com a subida  “de uma tendência política más de esquerda (dentro do mapa político caribenho não hispânico)” explica que novamente a ilha forma parte da ALBA, respalda o egime de Nicolás Maduro e Daniel Ortega e esté votando na OEA alinhada com os governos de isquerda.

Santa Lucia é outra peça do tabuleiro americano que mudou recentemente de lado.
 

*****

 
O cantor e compositor espanhol Joan Manuel Serrat anunciou sua aposentadoria dos palcos. Para não se despedir “à francesa”, Serrat fará uma gira no segundo semestre até ao final do ano 2022. E a seleção dos locais onde Serrat se apresentará e onde não se apresentará na América são sinais de tempo e de tempo. essa corrida. Serrat não irá a Cuba, onde chegou em 1975 na rebelião. Serrat não irá à Venezuela (nem a Caracas ou a Mérida), onde tantas vezes foi quando pousava o cigarro aceso entre as cordas do violão. Serrat não irá para o México, onde viveu no exílio. Serrat preferiu se despedir do público deste lado do Atlântico vindo dos Estados Unidos (Nova York e Miami) com uma visita a Bogotá e Buenos Aires.
 

*****

 
Termina o ano pandémico de 2021. Agradeço a quantos acompanham o Relatório Otálvora , independentemente da sua posição política ou ideológica e, desde os locais mais díspares do planeta. Nossos melhores votos para você no próximo ano. Um Feliz Natal!


VEJA MAIS