COBERTURA ESPECIAL - Pandemic War - Defesa

26 de Março, 2020 - 11:00 ( Brasília )

Forças Armadas intensificam atividades para combater o Coronavírus em todo o Brasil


Tenente Raquel Alves

Militares das Forças Armadas intensificam as ações de combate ao Coronavírus desde a ativação da Operação Covid-19, que conta com 10 Comandos Conjuntos ativados, do Norte ao Sul do país, além do Comando Aeroespacial (COMAE), de funcionamento permanente, sob a coordenação do Ministério da Defesa.

Até o momento, estão sendo empregados cerca de 270 viaturas, 59 embarcações, 3 aeronaves e mais de quatro mil e quinhentos militares da Marinha, Exército e Aeronáutica, que trabalham em ações de conscientização da população, apoio a órgãos governamentais e de fronteiras, limpeza e descontaminação de locais públicos, postos de triagem, transporte de brasileiros vindos de outros países, campanhas de vacinação, montagens de barracas para atendimento, dentre outras.

Confira as ações nas cinco regiões do país no terceiro dia da Operação Covid-19:

Região Sudeste

Está empregando militares no auxílio de triagem realizada pela Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte (MG). Foi solicitado também a montagem de barracas em apoio aos postos de saúde dos municípios de Três Corações, Sete Lagoas e Itajubá e colaboram com a campanha de vacinação contra a gripe no Rio de Janeiro.

No Espírito Santo foi realizada campanha de conscientização à população em apoio ao Governo do Estado. Em São Paulo foram instaladas barracas em apoio ao Hospital de Clínicas da UNICAMP para a triagem dos quadros gripais, permitindo atendimento em ambiente aberto e com maior circulação de ar.

Região Norte

Estão sendo tomadas ações de apoio aos órgãos de saúde e segurança pública do Amapá. A Marinha do Brasil realiza inspeções e patrulhamentos por meio da capitania dos portos da Amazônia Oriental, do Maranhão, do Amapá e Agências de Oiapoque para apoiar a fiscalização na região de fronteira.

Militares também atuam na campanha de vacinação no Hospital de Força Aérea de Belém (HABE) contra gripe para profissionais de saúde e idosos. Prestam apoio ao governo do estado do Pará na organização de gêneros doados pela população ao local de acolhimento de moradores de rua.

Na Amazônia estão sendo prestados apoio aos órgãos governamentais no controle da fronteira em Bonfim e Pacaraima, aos Expedicionários da Saúde no transporte do centro cirúrgico de Manaus (AM) para Campinas (SP) e quatro pelotões que estão em prontidão nas cidades de Manaus, Boa Vista, Porto Velho e Rio Branco.

Região Centro-Oeste

Houve a higienização da Rodoviária do Distrito Federal, instalação de um de posto de Triagem nas entradas de todas as Organizações Militares do Comando do Planalto, para monitoramento do estado de saúde do efetivo, e apoio aos postos de vacinação contra Influenza na Ceilândia e em Águas Claras.

Em Valparaíso de Goiás foram feitas ações de conscientização da população através de carros de sonorização. Militares cumprem ações de Controle na Fronteira da região de Dourados e Corumbá. Realizam inspeções navais com o objetivo de conscientizar a população sobre o Coronavírus nos rios de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

Região Sul

Foram realizadas limpeza e desinfecção de pontos de ônibus no Rio Grande, além da fiscalização nos pontos de controles instalados em algumas pontes em Quaraí, Uruguaiana, Santana do Livramento, e apoio de pessoal e material para campanha de conscientização e panfletagem no município de Santiago.

Região Nordeste

No estado da Bahia, os militares acompanham a evolução dos casos de contaminação envolvendo militares das Forças Armadas e seus familiares e acompanham, também, a situação de Segurança Pública e Sanitária do Estado junto aos órgãos responsáveis. Na Paraíba e Rio Grande do Norte, estão sendo realizadas reuniões de planejamento com os órgãos dos Estados.

O Comando de Operações Aeroespaciais

Com sede em Brasília e prestando apoio permanente aos Comandos Conjuntos Ativados, o COMAE atuou com duas aeronaves C-130 Hércules na missão de resgate de cidadãos brasileiros que estavam em Cuzco, no Peru, impedidos de regressarem ao Brasil em razão do fechamento das fronteiras, como mecanismo de combate à Covid-19.


 

Nota Conjunta do MD e do MRE: Chegam ao Brasil voos da FAB com repatriados do Peru

Pousaram, na tarde desta quarta-feira (25), em Porto Velho (RO), as duas aeronaves C-130 (Hércules) da Força Aérea Brasileira que realizaram o resgate de 66 brasileiros que se encontravam retidos em Cuzco, no Peru.

Na capital rondoniense, os aviões cumpriram pouso técnico, sem desembarque de passageiros, e seguiram para o estado de São Paulo.

Determinada pelo Presidente da República, Jair Bolsonaro, a Operação é uma ação coordenada entre o Ministério da Defesa e o Ministério das Relações Exteriores.

O governo brasileiro, por meio da rede diplomática e consular do Itamaraty, segue acompanhando a situação dos viajantes brasileiros no exterior e está trabalhando para permitir a repatriação de todos.

Assessoria de Comunicação Social do Ministério da Defesa - Departamento de Comunicação Social do Ministério das Relações Exteriores

VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


Fronteiras

Fronteiras

Última atualização 05 JUN, 14:10

MAIS LIDAS

Pandemic War