COBERTURA ESPECIAL - Doutrina Militar - Terrestre

24 de Novembro, 2021 - 13:13 ( Brasília )

Brigada de Infantaria coordena ataque à posição coordenado durante Operação Membeca


O Grupamento de Unidades Escola/9ª Brigada de Infantaria Motorizada (GUEs/9ª Bda Inf Mtz) coordenou um ataque às posições do inimigo na cidade de Resende (RJ), durante a Operação Membeca, exercício avançado do Exército. A ação foi acompanhada pelo Comandante Militar do Leste, General José Eduardo Pereira.

Após a conquista dos objetivos de segurança, a Força-Tarefa “De Guerra”, comandada pelo 1º Batalhão de Infantaria Mecanizado (Escola) e composta por todos os elementos de manobra da brigada, ordenou a conquista da linha de aprofundamento da subunidade inimiga figurada. A complexa operação contou com abertura de brecha realizada por elementos do 1º Batalhão de Engenharia de Combate (Escola), que proporcionou apoio à mobilidade das tropas.

 

No evento, destacou-se o lançamento de fumígenos pelas viaturas Guarani, pela primeira vez no âmbito da Grande Unidade, bem como destacaram-se os disparos realizados pelo canhão 90mm da viatura Cascavel no apoio à operação. Tais capacidades fortalecem o poder de combate de uma das brigadas mais tradicionais da Força Terrestre.

Ao final da atividade, o General José Eduardo disse ter plena confiança nas capacidades demonstradas pela 9ª Bda Inf Mtz, força de emprego geral prioritária.

Comitiva

O General José Eduardo estava companhado do Chefe do Emprego da Força Terrestre, do Chefe do Estado-Maior do CML, dos Comandantes da 1ª Divisão de Exército, e da 9ª Brigada de Infantaria Motorizada, e dos demais oficiais-generais da guarnição do Rio de Janeiro.



Exercício do Exército conta com 4.800 militares

Foi encerrada em 20 de novembro a Operação Membeca 2021 – exercício de adestramento avançado da 1ª Divisão de Exército (1ª DE). Durante toda a atividade, foram empregados 4.800 militares, mais de 700 viaturas e 12 jornadas de exercício em fase de execução. Iniciada 8 de novembro, a atividade contemplou ações conjuntas em diversas capacidades, visando ao preparo e emprego da tropa subordinada ao Comando Militar do Leste (CML).

Diversos municípios foram utilizados como ambientes de treinamento no teatro de operações da atividade. Inicialmente, o ataque coordenado aconteceu no perímetro de Resende. Nas regiões de Quatis e Porto Real, foi realizado o assalto aeroterrestre. Já em Bom Jardim de Minas, a infiltração em montanha e operações contra forças irregulares tiveram seu lugar de destaque. Por fim, na cidade de Paracambi, foi priorizado o desdobramento da Base Logística para os apoios necessários.

 

O Comandante Militar do Leste, General de Exército José Eduardo Pereira, acompanhou, no dia 16 de novembro, a realização de algumas das atividades realizadas na Operação Membeca. O General José Eduardo parabenizou todos os envolvidos na atividade, destacando a importância e o sucesso da operação


VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


Cyberwar

Cyberwar

Última atualização 01 DEZ, 09:30

MAIS LIDAS

Doutrina Militar