COBERTURA ESPECIAL - Doutrina Militar - Terrestre

14 de Novembro, 2021 - 10:00 ( Brasília )

Força-Tarefa Ipiranga realiza assalto aeromóvel


No dia 11 de novembro,  com emprego da Aviação do Exército, a Força-Tarefa (FT) Ipiranga, tropa da 12ª Brigada de Infantaria Leve Aeromóvel, realizou um assalto aeromovel na região de São Gabriel (RS), durante a Operação Conjunta Meridiano Ibagé.

A missão da FT Ipiranga, que tem como unidade base o 6º Batalhão de Infantaria Leve, foi conquistar, atrás das linhas inimigas, um entroncamento rodoviário de vital importância para a manobra da 3° Divisão de Exército. A FT Ipiranga estabeleceu a denominada cabeça de ponte aeromóvel, fase na  qual são planejadas e executadas medidas defensivas para que o inimigo não retome a região conquistada.

 

A atividade permitiu aos militares envolvidos o emprego de técnicas de operações aeromóveis, infiltração noturna, progressão no terreno e possibilitou o aprimoramento das capacidades de comando e controle.

O adestramento é mais uma oportunidade para que o 6° BIL mantenha seu preparo para o combate, uma vez que o batalhão faz parte da Força de Emprego Estratégico do Exército Brasileiro, podendo ser acionado em qualquer parte do território nacional, no caso de Defesa Externa.

 

Alunos do Curso de Formação e Graduação de Sargentos realizam exercício em Quaraí (RS)

Entre os dias 1º e 5 de novembro, os alunos do primeiro ano do Curso de Formação e Graduação de Sargentos (CFGS) 2021/2022 do 6º Regimento de Cavalaria Blindado (6º RCB) realizaram um exercício de curta duração. As atividades se desenvolveram na região do Cerro do Jarau, no município de Quaraí-RS.

Os alunos foram distribuídos em nove patrulhas. Em média, percorreram 40 quilômetros e executaram as seguintes oficinas de instrução:  técnicas especiais – nós e amarrações; comunicações; bivaque – abrigos improvisados; primeiros socorros; defesa química, biológica, radiológica e nuclear (DQBRN); e operações de busca e apreensão.

 

O objetivo do exercício foi desenvolver os atributos da área afetiva, especialmente a cooperação, a disciplina, o equilíbrio emocional, a resistência, a rusticidade e a adaptabilidade. As atividades incluíram instruções sobre técnicas e táticas individuais de combate;  táticas de patrulha; hábitos de higiene; manutenção e segurança dos instruendos quando em campanha; comando de frações de tropa compatíveis com a graduação e correspondentes a qualquer qualificação militar de sargentos (QMS); execução das principais funções e atividades operacionais; e estímulo de conteúdos atitudinais, cognitivos, físicos,  motores,  morais e dos valores previstos no perfil profissiográfico.


VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


US RU OTAN

US RU OTAN

Última atualização 28 JAN, 16:50

MAIS LIDAS

Doutrina Militar