COBERTURA ESPECIAL - BID BRASIL - Defesa

08 de Dezembro, 2021 - 09:09 ( Brasília )

Equipamentos e soluções de cibersegurança e criptografia adotados pelas Forças Armadas são destaques da Kryptus na maior feira de defesa do país

Empresa apresentará portfólio exclusivo na 6ª Mostra BID Brasil, de 7 a 9 de dezembro, em Brasília

Segurança cibernética e criptografia são áreas-chave dentro da indústria de defesa, e dentro de um contexto de ciberguerra, ciberterrorismo e ameaças análogas, o Estado precisa gerar capacidade de resposta imediata.

A Kryptus, multinacional brasileira líder em segurança cibernética e criptografia para aplicações militares, governamentais e empresariais, é parceira estratégica em três projetos da Defesa, e as tecnologias fornecidas pela empresa estarão em exposição na 6ª Mostra BID Brasil, de 7 a 9 de dezembro, em Brasília. O evento é uma realização da ABIMDE (Associação Brasileira das Indústrias de Materiais de Defesa e Segurança).

 

Principais projetos estratégicos da Kryptus no setor de Defesa 
 

  • Projeto IFFM4BR: Identificação amigo/inimigo
     

Kryptus é responsável pelo módulo criptográfico para o sistema de identificação amigo/inimigo brasileiro, permitindo classificação segura de plataformas militares no espaço aéreo, terrestre e marítimo. Acoplado a interrogadores e/ou transponders, empresa algoritmos de Estado para a geração de desafios e respostas utilizados no processo de identificação e classificação.
 

  • Projeto SISFRON: Sistema Integrado de sensoriamento  


Kryptus é responsável pelo equipamento de encriptação de comunicação e inteligência com o propósito de proteger as informações de sensoriamento de fronteiras e fortalecer a presença e a capacidade de ação do Estado.


  • Projeto LinkBR2: Sistema de Enlace de Dados


Kryptus é responsável pela solução de segurança cibernética e criptografia aeroembarcada que visa proporcionar a comunicação segura (sigilosa e autenticada) entre aeronaves e estações de solo da Força Aérea Brasileira, baseado no conceito operacional do sistema de comunicações por enlaces digitais da Aeronáutica.

Recentemente, a Kryptus e outras associadas ABIMDE representaram o Brasil em dois importantes eventos internacionais: Expodefensa, na Colômbia, e EDEX, no Egito. "Nossa indústria se destaca no mercado externo não apenas pela expertise e competitividade, mas também pela posição de neutralidade estratégica do país", explica Roberto Gallo, CEO da Kryptus.

"Por não fazer parte do eixo OTAN-China-Rússia, o Brasil passou a ser visto como um vendedor confiável de tecnologia de cibersegurança e inteligência para o mundo. Para atender esse mercado, o investimento interno em defesa, principalmente em cibernética, precisa se expandir, para fortalecer nossa base exportadora e gerar mais divisas para o país. Não é coincidência países, com raras exceções, que desfrutam de bom desempenho econômico possuírem indústrias de defesa robustas", completa.


VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


US RU OTAN

US RU OTAN

Última atualização 28 JAN, 16:50

MAIS LIDAS

BID BRASIL