COBERTURA ESPECIAL - TOA - Geopolítica

06 de Agosto, 2019 - 12:50 ( Brasília )

TOA - Gen Villas Boas e Alberto Cardoso: país está sob ataque indireto de nações estrangeiras

De acordo com os Generais Eduardo Villas-Boas e Alberto Cardoso, discursos em favor da preservação da Amazônia são só para favorecer interesses pelas riquezas do Brasil

Nota DefesaNet,

Série de três matérias relacionadas.

Gen Ex Pinto Silva - AMAZÔNIA Ameaçada, ou é só uma Reação ao Presidente Bolsonaro? Link

TOA - Quem invadirá o Brasil para salvar a Amazônia? Link

TOA - Gen Villas Boas e Alberto Cardoso: país está sob ataque indireto de nações estrangeiras Link


 O Editor


 

Matérias do Correio Braziliense
e Vídeos UOL


Os generais Eduardo Villas-Boas e Alberto Cardoso afirmaram, na noite desta segunda-feira (05JUL2019), que o Estado brasileiro está sendo alvo de um ataque indireto de nações estrangeiras que, na sua opinião, utilizam o discurso pela defesa da preservação da Amazônia em favor de seus interesses pelas riquezas do país. Eles apresentaram a palestra "Intérpretes do pensamento estratégico militar", durante evento organizado pelo Instituto Histórico e Geográfico do Distrito Federal (IHG-DF), em Brasília.

"Há hoje uma guerra indireta em andamento, que agora, imediatamente, após a assinatura do acordo entre o Mercosul e a Uniao Europeia, envolve a Alemanha, o Uruguai, os Estados Unidos e outros países. E o curioso é que são países que se consideram com autoridade moral de apontar o dedo para o Brasil", disse o general Villas-Boas, ex-comandante do Exército e hoje assessor especial do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República.

"A Amazônia abriga uma riqueza de 23 trilhões de dólares. São 17 trilhões em recursos minerais e 6 trilhões de biodiversidade. A Amazônia abriga soluções para os problemas mais importantes da humanidade, como a água, a produção de alimentos, energia renovável, biodiversidade, mudanças climáticas", acrescentou o general. "Então vejam a importância desse território. No entanto, infelizmente até hoje, o Brasil, salvo várias exceções, como o Marquês de Pombal, o ciclo da borracha, os governos militares, até hoje não temos uma política para a Amazônia, não temos um órgão para cuidar da Amazônia", disse Villas-Boas.

Ele também defendeu que a Amazônia necessita de uma administração que leve em conta os componentes social, econômico e de segurança, este com a participação das Forças Armadas. Disse que esses três componentes são importantes para o desenvolvimento e proteção da região. "Eu não quero uma árvore preservada enquanto pessoas passam fome", declarou.

O general Alberto Cardoso, que foi chefe do Gabinete Militar no governo Fernando Henrique Cardoso, afirmou que a disseminação sobre problemas na Amazônia, como desmatamento e a questão indígena, estão por trás de uma manobra externa e também interna contra o país.

"É essa história que estamos vendo sobre a Amazônia. É uma manobra indireta. O Estado Brasileiro está sendo fixado, com esse ataque de fixação, com essas acusações. Genocídio, invasão de terras indígenas, agronegócio, mineração, meio ambiente. Isso aqui são instrumentos de fixação, de ataques ao Estado Brasileiro. Há uma manobra externa, forte, nisso aí, e interna também", disse o general.

 

General Alberto Cardoso diz que há guerra indireta na Amazônia

Chefe do Gabinete Militar do governo FHC diz em palestra que países desenvolvidos travam "uma guerra indireta" contra o Brasil pelo controle da Amazônia utilizando-se da igreja católica, de ONGs e organizações internacionais, como a ONU.



 

General Villas Boas-"Eles não têm autoridade moral para atacar o Brasil

__________________________________


Matérias Relacionadas

Assuntos publicados nos últimos meses sobre: TOA / Triplo A / Corredor Andes / Amazônia / Atlântico


TOA - Quem invadirá o Brasil para salvar a Amazônia?

Daniel Buarque UOL   A divulgação internacional de notícias sobre aumento do desmatamento da Amazônia e a impressão externa de que o presidente Jair

TOA - 06 AGO 2019



TOA - Gen Villas Boas e Alberto Cardoso: país está sob ataque indireto de nações estrangeiras

  Matérias do Correio Braziliense e Vídeos UOL Os generais Eduardo Villas-Boas e Alberto Cardoso afirmaram, na noite desta segunda-feira (05JUL2019), que o Estado brasileiro está sendo alvo de um ataque indireto ...

TOA - 06 AGO 2019

 
1ª Bda Inf Sl - Ação Cívico-Social marca a presença no extremo norte do Brasil

Boa Vista (RR) – A 1ª Brigada de Infantaria de Selva (1ª Bda Inf Sl), realizou, no dia 16 de maio, uma Ação Cívico-Social (ACISO) na comunidade indígena Tarau Parú, localizada no município ...

TOA - 21 MAI 2019


França promete apoiar Raoni na proteção do Xingu

O presidente francês, Emmanuel Macron, recebeu nesta quinta-feira (16/05) no Palácio do Eliseu o líder indígena brasileiro Raoni Metuktire e prometeu ao cacique kayapó o apoio da França em sua batalha contra ...

Guerra Hibrida Brasil - 17 MAI 2019


ONU - Unam forças para lutar por território a povos indígenas

Os povos indígenas que lutam pela garantia de seus direitos devem se unir e construir uma campanha global para se defenderem contra invasões e projetos de desenvolvimento que os obriguem a deixar seus territórios, disse uma ...

Guerra Hibrida Brasil - 25 ABR 2019

 
MSIa - Sínodo Pan-Amazônico: a quem interessa um confronto Brasil-Vaticano?

Lorenzo Carrasco Movimento Solidariedade Ibero-Americano Alerta Científico e Ambiental A tentativa de transformar o vindouro Sínodo Pan-Amazônico em um instrumento político para promover a agenda das estruturas ...

TOA - 19 FEV  2019


Instituto da Brasilidade - Manifesto Amazônico

MANIFESTO AMAZÔNICO   Instituto da Brasilidade   Não existe um projeto nacional sem um projeto para a Ama

TOA - 18 FEV 2019


CORREDOR TRIPLO A: CNBB planta nota para Ninar Jacarés

  O celibato dos padres é o real ‘ponto principal’ do Sínodo da Amazônia   O Antagonista 11.02.19 12:01 O Sínodo da Amazônia, um

TOA - 11 FEV 2019


CORREDOR TRIPLO A: Indígenas se preparam para enfrentar Bolsonaro em RR

Fabiano Maisonnave e Avener Prado Terra Indígena Raposa Serra do Sol (RR) Tiveram as passagens aéreas custeadas pela ONG Conectas       Não é de hoje que macuxis, wapichanas, ...

TOA - 11 FEV 2019


CORREDOR TRIPLO A - Planalto vê Igreja Católica como potencial opositora

Tânia Monteiro O Estado de São Paulo  

TOA - 11 FEV 2019


CORREDOR TRIPLO A: A Nova Ameaça à “SOBERANIA BRASILEIRA NA AMAZÔNIA”

CORREDOR TRIPLO A: A NOVA AMEAÇA À “SOBERANIA BRASILEIRA NA AMAZÔNIA” Carlos Alberto Pinto Silva[1] Um real, possível e provável arg

TOA - 11 FEV 2019


CORREDOR TRIPLO A - Gilberto Carvalho - Monitorar bispos expõe Brasil a 'ridículo internacional'

Ricardo Galhardo O Estado de S.Paulo Liderança do PT com maior ligação com a Igreja Católica, o ex-ministro Gilberto Carvalho disse que a decisão do governo Jair Bolsonaro de monitorar os bispos que ...

TOA - 11 FEV 2019


CORREDOR TRIPLO A - Bispos se opõem a políticos em evento

Felipe Frazão / BRASÍLIA José Maria Mayrink   O grupo de bispos brasileiros que prepara o Sínodo sobre Amazônia, previsto para ocorrer em outubro, em Roma, critica a presen&ccedi

TOA - 11 FEV 2019


CORREDOR TRIPLO A - Nota do PT: Espionar Igreja é volta à repressão

Nota do PT: Espionar Igreja é volta à repressão   Gleise Hoffmann Presidenta Nacional do PT É muito grave a notícia divulgada hoje (10/02) de que o governo Bolsonaro está espionando as ...

TOA - 10 FEV 2019

 
Cel R1 Péricles - FUNAI no Ministério da Defesa


 Cel R1 Péricles da Cunha Fosse o PR eleito, não titubeava, colocava a FUNAI no Ministério da Defesa. Os militares sempre foram os grandes protetores dos índios. O marechal Rondon, o grande Rondon, foi o criador ...

TOA - 06 DEZ 2018


ANDES-AMAZÔNIA-ATLÂNTICO - Corredor Triplo A já avança na Colômbia

Colômbia: religiosos e indígenas se unem para acabar com deflorestação da Amazônia ONU News Líderes de principais tradições religiosas na Colômbia se uniram numa parceria com povos ...

TOA - 29 NOV 2018


Um sínodo. Para a Amazônia?

Marcelo Carvalho Ribeiro O Papa Francisco decidiu realizar, em outubro de 2019, em Roma, um Sínodo Especial para a Amazônia.

TOA - 13 NOV 2018

 
Atuação das Forças Armadas contribui no combate às desigualdades na Amazônia

Margareth Lourenço, com informações do MCTIC Com 22,5 mil alunos distribuídos por 15 câmpus no estado do Amazonas, o Instituto Federal de Educação do Amazonas (Ifam), conta com o apoio das Forças ...

TOA - 17 OUT 2018
 
 

VEJA MAIS