COBERTURA ESPECIAL - TOA - Terrestre

12 de Novembro, 2013 - 17:00 ( Brasília )

52 BIS - Recorde - Espinha de Peixe





Em 08 de novembro de 2013, o 52º Batalhão de Infantaria de Selva (BIS), localizado em Marabá, Pará, bateu mais uma marca, estabelecendo a meta de executar uma infiltração fluvial, utilizando a técnica conhecida como “Espinha de Peixe”, em um percurso de 1650 metros, com o efetivo recorde, nível Batalhão, de 565 homens.

A transposição fluvial usando a técnica da "Espinha de Peixe", na qual o combatente conduz todo seu armamento e equipamento. Na Operação Transamazônica a 
23ª Brigada de Infantaria de Selva realizou uma transposição em "Espinha de Peixe" com 533 homens (oriundos de várias unidades), em um percurso de cerca de 1.000 metros, em um tempo de 1 hora e 30 minutos, consistindo em record de efetivo realizando de uma só vez uma transposição de curso d'água em "espinha de peixe". 

Agora o 52º Batalhão de Infantaria de Selva quebrou este record.

SELVA!