COBERTURA ESPECIAL - Modernização FAB - Aviação

16 de Outubro, 2018 - 11:10 ( Brasília )

Iniciou nesta segunda-feira (15) curso que formará militares para nova função

Durante 45 dias, militares terão instruções sobre Gestão de Pessoas, Gestão de Organizações, Comunicação e Liderança

Tenentes Emília, Balbino e Capitão Landenberger


Teve início nesta segunda-feira, (15), no campus da Universidade da Força Aérea (UNIFA), no Rio de Janeiro (RJ), o Curso de Graduado-Master, voltado para a capacitação de graduados selecionados para prestar assessoria direta à alta administração da Força Aérea Brasileira (FAB).

Quatorze suboficiais participaram da aula inaugural ministrada pelo Comandante da Força Aérea Brasileira, Tenente-Brigadeiro do Ar Nivaldo Luiz Rossato. Ao falar sobre o papel do Graduado-Master na FAB, o Comandante destacou a importância dos desafios e de se ter novas metas em qualquer fase da carreira.

“Nossa área de recursos humanos deve dar maior atenção, mais oportunidades e mais capacitação aos militares de carreira”, afirmou o oficial-general que, durante a palestra, também abordou aspectos relacionados à importância da mudança promovida na carreira dos graduados dentro do processo de Reestruturação da FAB.

“Tudo foi analisado antes do processo iniciar e serão feitas adaptações, se necessário, ao longo da implementação”, disse o Tenente-Brigadeiro Rossato. A seleção dos graduados para o curso seguiu critérios estabelecidos na Diretriz de Implantação da Função de Graduado-Master (DCA 39-3). Eles foram selecionados, dentre 500 militares, em processo realizado em 26 guarnições da Força Aérea.



Capacitação

Para capacitar os militares, o curso presencial, com duração de 45 dias, foi dividido em quatro módulos. Até o dia 28 de novembro, serão tratados assuntos relacionados à Gestão de Pessoas, à Gestão de Organizações, à Comunicação e à Liderança.

As palestras serão ministradas por oficiais da FAB, além de especialistas e suboficiais que exercem funções equivalentes na Marinha do Brasil e no Exército Brasileiro. Segundo o Adjunto da 1° Subchefia do Estado-Maior da Aeronáutica, Tenente-Coronel Aviador Glauco dos Santos Cândido, para o melhor aproveitamento do conteúdo compartilhado pelos palestrantes serão utilizadas, ao longo do curso, metodologias ativas de aprendizagem como a sala de aula invertida.

“Serão criados cenários, simulando situações reais do cotidiano de uma organização, nas quais o suboficial terá que ter a capacidade não só de se expressar, mas de apresentar soluções de forma lógica e clara. O curso vai explorar a capacidade de liderança e de comunicação com a tropa, buscando aspectos pelos quais o graduado possa atuar como um mediador, encontrar soluções e apresentá-las de modo a prestar assessoria ao comandante”, explica o Tenente-Coronel.



Preparação do Curso

Nos dias 19 e 20 de setembro, oficiais, graduados e professores que integrarão o corpo docente do Curso de Graduado-Master participaram do Workshop de Metodologias Ativas de Aprendizagem na Universidade da Força Aérea. Com carga horária de 12 horas, o curso capacitou 23 militares e civis, pertencentes ao efetivo da UNIFA, da Escola de Especialistas da Aeronáutica (EEAR), do Centro de Instrução e Adaptação da Aeronáutica (CIAAR), do Serviço de Recrutamento e Preparo de Pessoal da Aeronáutica do Rio de Janeiro (SEREP-RJ) e do Instituto de Psicologia da Aeronáutica (IPA) para atuarem como mediadores e orientadores de dinâmicas de grupo.

Os instrutores da Escola de Comando do Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR) e da Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais da Aeronáutica (EAOAR) promoveram o curso utilizando a técnica de discussão dirigida conhecida por sala de aula invertida.

Esse método propõe o protagonismo do aluno, estimulando que ele seja responsável pela própria aprendizagem, tornando a sala de aula um espaço de intenso debate dos temas preestabelecidos.

“A UNIFA está encarregada do planejamento, coordenação e execução do curso e, ainda, conta com o apoio indispensável que tem sido prestado pelo EMAER, DIRENS, ECEMAR, EAOAR, IPA, CIAAR, EEAR e setores de ensino desta universidade, para que as metas e os objetivos de capacitação pretendidos pelo Curso de Graduado-Master sejam plenamente atingidos.”, concluiu o Chefe da Coordenadoria de Ensino da UNIFA, Coronel Aviador Marcos Graciano Torres Roque.



Divulgação do Curso

ambém em setembro, foi realizado um ciclo de palestras para a divulgação do Curso de Graduado-Master nas guarnições que passarão a contar com essa nova função. O objetivo foi esclarecer o funcionamento do programa ao corpo de graduados, especificamente para suboficiais e primeiro sargentos, e sanar as dúvidas que ainda existiam entre os militares.

O ciclo de palestras começou pelo Rio de Janeiro (RJ), onde os organizadores do curso visitaram, nos dias 11 e 12, quatro guarnições: Santa Cruz, Galeão, Afonsos e o Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA). No dia 27, eles estiveram na Ala 2, em Anápolis (GO). A programação continuou em outubro.

Na manhã do dia 2, teve palestra em Belo Horizonte (MG), para militares do Centro de Instrução e Adaptação da Aeronáutica (CIAAR) e do Parque de Material Aeronáutico de Lagoa Santa (PAMA-LS). À tarde, as atividades foram realizadas na Ala 4, em Santa Maria (RS).

No dia seguinte (3), a apresentação ocorreu nas instalações do Segundo Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (CINDACTA II) e no Comando-Geral de Apoio (COMGAP), em São Paulo (SP).

No dia 4, o ciclo de palestras presenciais teve continuidade no auditório da Ala 5, em Campo Grande (MS). Nesse período, também foram realizadas videoconferências - para a divulgação do projeto - com militares das alas sediadas em Manaus (AM) e em Belém (PA), que ainda devem ser visitadas até o dia 31 de outubro.


Fotos: Cb André Feitosa/CECOMSAER, UNIFA e Ala 12

VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


Fundação EZUTE

Fundação EZUTE

Última atualização 12 DEZ, 01:00

MAIS LIDAS

Modernização FAB