COBERTURA ESPECIAL - Embraer - Aviação

03 de Junho, 2016 - 09:50 ( Brasília )

Embraer amplia complexo nos EUA e fecha fábrica na China

Empresa de São José dos Campos inaugura novo hangar no complexo mantido em Melbourne, na Flórida, com o objetivo de ampliar a produção de jatos e de se aproximar ainda mais do maior mercado do planeta



Para ampliar a produção de seus jatos executivos de médio porte, a Embraer inaugurou ontem um novo hangar no complexo da empresa em Melbourne, no estado da Flórida (EUA). A unidade é uma linha de montagem dos jatos executivos da empresa e terá uma linha adicional do Legacy 450 e Legacy 500.

A ampliação faz parte da estratégia da EMBRAER de ser uma empresa global, se colocando agora mais perto dos clientes em potencial, como os Estados Unidos, que junto com o México respondem por 65% das vendas de jatos no mundo.

O novo hangar tem área de 14 mil metros quadrados dedicados à montagem final e pintura dos aviões. A produção segue sendo feita no Brasil, que já responde por 80% da fabricação, contando São José dos Campos, Botucatu e Gavião Peixoto.

EUA - Na Florida, além da linha de montagem, a EMBRAER tem um centro de atendimento ao cliente da aviação executiva e um centro de engenharia de alta tecnologia para projetar sistemas do interior dos aviões.

Um centro de logística está sendo ampliado para receber as partes das aeronaves que continuam sendo fabricadas no Brasil e são enviadas aos EUA de navio, partindo do porto de Santos.

Os Estados Unidos são o maior mercado de aviação executiva do mundo, com 12 mil jatos em operação. México com frota de 900 aeronaves detem o segundo lugar.

A unidade na Flórida está localizada no Space Coast, polo de alta tecnologia.

"A EMBRAER ganha em competitividade com a unidade nos Estados Unidos e em outros pontos fora do Brasil. Temos que estar perto dos nossos clientes, do mercado em potencial", disse o vice-presidente da Embraer Aviação Executiva, Marco Tulio Pellegrini. Após a ampliação, a meta será consolidar a estrutura na Flórida, onde trabalham cerca de 660 pessoas, segundo Luciano Froes, vice-presidente de Marketing da Embraer.

Nota DefesaNet

Curiosamente a EMBRAER divulgou somente em inglês o release do início das atividades da produção dos jatos Legacy 450 e 500 nas instalações de Mebourne, na Florida.

A expansão iniciou em 2014 e na oportunidade o Presidente da EMBRAER Frederico Curado anunciou que as atividades da EMBRAER em Melbourne seriam o centro de gravidade da empresa nos próximos anos.

Atualmente são fabricados os jatos Phenom 100 e 300, dos quais mais de 170 já foram proiduzidos nos Estados Unidos com um valor de mais de U$ 1 Bilhão.

São empregados mais de 1000 funcionários na Florida, inclui um centro de apoio e serviço a jatos executivos e um Centro de Engenharia Avançada. A estes são ac rescidos mais 600 empregos para a produção dos Legacy 450 e Legacy 500.

Para a íntegra da nota da EMBRAER sobre o início das atividades da EMBRAER com o Legacy 450 e Legacvy 500 nos Estados Unidos em inglês:

Embraer Begins Legacy 450/500 Production in Melbourne Link