22 de Maio, 2014 - 13:23 ( Brasília )

Aviação

Boeing 737 MAX ultrapassa a marca de 2.000 encomendas

Total de encomendas da aeronave de venda mais rápida da história da Boeing equivale a US$ 209 bilhões, a preço de tabela


A Boeing comemora hoje (20MAIO14), uma conquista histórica no programa do modelo 737 MAX – a empresa ultrapassou a marca de 2.000 encomendas para essa aeronave de corredor único supereficiente. Com a adição de 30 encomendas esta semana, efetuadas por clientes de identidade não revelada, o modelo 737 MAX chega agora a um total de 2.010 encomendas, realizadas por 39 clientes mundialmente, avaliadas a preço de tabela em US$ 209 bilhões. Além disso, o programa 737 MAX possui compromissos para mais de 250 aeronaves adicionais.

O 737 MAX chegou à marca das 2.000 encomendas em muito menos tempo do que qualquer outra aeronave na história da Boeing. Essa demanda inédita é alimentada pelo crescimento no tráfego aéreo, e pela necessidade de aeronaves de maior eficiência energética.

“Duas mil encomendas, neste estágio do programa, é uma conquista excepcional”, diz Keith Leverkuhn, vice-presidente e diretor geral da Boeing Aviação Comercial para o Programa 737 MAX. “Desde a primeira encomenda, o 737 MAX recebeu mais de 50% das novas encomendas em comparação ao seu concorrente direto, provando o valor que esta aeronave oferece aos nossos clientes.”

Uma ampla base de clientes de elite optou pela eficiência energética superior do 737 MAX e pela economia operacional e design interior avançado dessa aeronave para suas frotas de corredor único.

“O 737 MAX oferece a excepcional combinação de eficiência energética, confiabilidade e conforto ao passageiro que nossos clientes (companhias aéreas) precisam para competir no futuro”, afirma Steven Udvar-Hazy, chairman e CEO da Air Lease Corporation.

“Acreditamos muito na Boeing e no 737 MAX, especialmente porque esta será a aeronavenarrowbody do futuro para a United Airlines”, diz o vice-presidente de frota da United Airlines, Ron Baur.

“O 737 MAX nos ajudará a ficar na vanguarda com uma frota moderna e segura e a manter nossa vantagem competitiva", afirma o CEO da GOL Linhas Aéreas Inteligentes S.A. Paulo Kakinoff. “Com esse modelo, nossa companhia terá uma excelente eficiência energética e baixos custos e, nossos passageiros, uma experiência fantástica.”

“O 737 MAX oferece aos nossos clientes um novo motor e muito mais”, diz Leverkuhn. “Além da mais recente tecnologia de motores LEAP-1B, da CFM International, o MAX combina aerodinâmica avançada, incluindo os winglets de Tecnologia Avançada, cabine com displays amplos, ao estilo do 787, e o Boeing Sky Interior, o preferido dos passageiros, para dar aos clientes uma aeronave que aprimorará suas frotas pelas próximas décadas.”

O 737 MAX terá uma eficiência energética 14% superior à dos 737s Next-Generation mais eficientes hoje, e 20% superior à dos 737s Next-Generation originais quando estes começaram a operar. A eficiência energética do 737 supera a do modelo A320 hoje e superará a do A320neo amanhã. As companhias aéreas que operarem o 737 MAX verão que a aeronave oferece uma vantagem de 8% no custo operacional por assento em relação ao A320neo.

Caminhando para ter sua montagem final iniciada em meados de 2015, o 737 MAX voará em 2016 e será entregue à Southwest Airlines, cliente que o lançará no mercado, no terceiro trimestre de 2017.