COBERTURA ESPECIAL - TOA - Geopolítica

27 de Abril, 2016 - 13:20 ( Brasília )

BR-VE - Exército Brasileiro e FANB no Monte Roraima

A 1ª Brigada de Infantaria de Selva (1ª Bda Inf Sl) comemorou o Dia do Exército no topo do Monte Roraima.



No dia 15 de abril, uma equipe da 1ª Brigada de Infantaria de Selva (1ª Bda Inf Sl), "BRIGADA LOBO D´ALMADA", e do 6º Batalhão de Engenharia de Construção (6º BEC), composta por 10 militares, iniciaram, juntamente com militares da Fuerza Armada Nacional Bolivariana (FANB), uma patrulha binacional rumo ao topo do Monte Roraima.
 
A finalidade da referida expedição era hastear a bandeira do Brasil no topo do Monte Roraima, no dia 19 de abril, Dia do Exército Brasileiro.

Antes da partida, as equipes de ambos países participaram de uma formatura no marco BV-8 (Brasil-Venezuela), onde foram hasteadas as bandeiras dos países participantes e posteriormente dirigiram-se ao Esquadrão de Cavalaria Motorizado, localizado na cidade venezuelana de Santa Elena de Uairen, a fim de participarem de um "briefing".

A equipe da 1ª Bda Inf Sl foi recepcionada no “Escuadrón de Caballería Motorizado  “Cnel. Hermenegildo Mujica Ramos”, localizado na cidade de Santa Elena de Uairén, Estado Bolívar. A unidade integra a 51 Brigada de Infantería de Selva GUASIPATI.

O Monte Roraima
 
O monte Roraima é um tepui, um tipo de platô cercado por falésias, típico do planalto das Guianas. Divide-se entre três países: Brasil a leste (5% de sua área), Guiana ao norte (10%) e Venezuela ao sul e oeste (85%). Com 2.783 metros o Monte Roraima é o 8º pico em altura do Brasil. 

O acesso pelo lado brasileiro ou da Guiana é muito difícil pois tem de cruzar pântanos e selva em muitos pontos. A subida mais acessível é pelo lado da Venezuela.
 
A lenda indígena diz que o Monte Roraima era uma árvore onde morava o guerreiro Makunaima. A árvore foi cortada (o formato do monte se assemelha mesmo a uma árvore talhada) e ele se transformou num ser muito vingativo, que faz malvadezas a quem chegue perto da montanha. Os índios brasileiros respeitam e temem o Roraima.
 
A expedição
 
Ao grupo de militares da 1ª Bda Inf Sl e 6º BEC incorporam  membros da  51 Brigada de Infantería de Selva, da FANB. O lenço preto representa as tropas de selva da Venezuela.
 
Após 4 dias de marcha os dois grupos chegaram ao topo do Monte Roraima. Devido a força dos ventos foi impossível hastear a bandeira brasileira.

Os grupos retornaram à cidade de Santa Elena de Uairén, Estado Bolívar, por helicóptero da FANB.

No dia 20 de abril, uma comitiva da 1ª Brigada de Infantaria de Selva (1ª Bda inf Sl), esteve na cidade de Santa Elena de Uairén, para recepcionar a equipe que explorou e escalou o Monte Roraima com a finalidade de hastear a bandeira do Brasil no Dia do Exército.
 
Na oportunidade, estiveram presentes o General-de-Brigada Algacir Antonio Polsin, Comandante da 1ªBda Inf Sl; militares das organizações militares de Boa Vista e familiares dos militares que realizaram a expedição.

O evento foi marcado com condecorações e entrega de lembranças de ambos países.



Outras coberturas especiais


Argentina

Argentina

Última atualização 18 NOV, 13:30

MAIS LIDAS

TOA