COBERTURA ESPECIAL - Especial Espaço - Tecnologia

18 de Novembro, 2014 - 19:42 ( Brasília )

OVNI - Avião da GOL seguido no litoral de SC

OVNI segue avião da Gol na tarde desta terça-feira (18NOV14) no litoral de Santa Catarina


Júlio Ottoboni
Especial DefesaNet

 
Um objeto voador não identificado (OVNI) seguiu por alguns minutos um avião da empresa Gol, que fazia o trajeto entre Navegantes (SC) para Guarulhos (SP). O fenômeno foi avistado pelo passageiro, o empresário Júlio Belli, de São José dos Campos (SP) enquanto admirava a paisagem. De posse de sua câmera fotográfica, conseguiu fazer registros do objeto que emitia uma forte luz, mesmo com o dia totalmente claro. O ocorrido foi no começo da tarde, por volta das 13 horas desta terça-feira (18NOV14).

O evento começou quando ele olhava pela a janela e viu uma luz passar muito baixo, na altura da superfície do mar. Logo o mesmo objeto surgiu um pouco mais alto que o Boeing B737-700 e ficou no horizonte por alguns minutos. O tempo de observação e dos registros fotográficos foram entre dois e três minutos, no máximo.

“Decolamos as 12h40 e foi por volta das 13h12 que vi o objeto. Peguei a câmera e fiz algumas fotos, como o avião estava vazio, fui até o outro lado e também havia o mesmo objeto luminoso nos seguindo e voltei a fotografa-lo. Fiquei preocupado de aquilo ser reflexo da janela ou mesmo na lente da câmera, então repeti várias vezes a mesma foto e nada aconteceu como as que aparecem essa forma luminosa”, conta Belli.

Os objetos, além de muito brilhantes, tinham as duas extremidades uma cor mais escura, de tom laranja. E também mudavam de cor diversas vezes durante o período que foram avistados pelos passageiros do avião. O empresário foi até os comissários de bordo e os avisou do ocorridos.

“Um deles contou que já viu esse mesmo tipo de objeto sobre a floresta amazônica e sobre Manaus, lá ocorrem com maior frequência”, revelou Belli.

A altitude do avião no momento era entre 8 a 10 mil metros. Apesar de estranhar o fenômeno, Belli não descarta tratar-se de um balão meteorológico, por exemplo. Só não conseguiu explicar o fato de terem dois objetos, um de cada lado do aparelho, e seguirem o avião e desaparecerem e reaparecerem no horizonte em intervalos de tempo muito curtos. Ambos desapareceram ao mesmo tempo, sem deixar qualquer sinal.


 



Outras coberturas especiais


Guerras Híbridas Latinas

Guerras Híbridas Latinas

Última atualização 13 NOV, 00:50

MAIS LIDAS

Especial Espaço