12 de Março, 2014 - 08:55 ( Brasília )

Segurança

Força Nacional atua em qualquer área da segurança pública, diz secretária

Regina Miki afirmou que atuação da Força nos grandes eventos, como a Jornada Mundial e a Copa das Confederações, teve sucesso

A secretária nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça (Senasp/MJ), Regina Miki, divulgou, nesta terça-feira (11), o Boletim 2013 do Departamento da Força Nacional de Segurança Pública. O relatório descreve e mensura resultados das 59 operações realizadas ao longo do ano passado em 18 estados e no Distrito Federal.

Entre as ações relatadas no documento, Miki destacou os trabalhos da Força Nacional nas fronteiras, com o meio ambiente e, principalmente, nos grandes eventos, como a Jornada Mundial da Juventude, a Copa das Confederações e o Pan-Americano.

Segundo a secretária, a Força Nacional de Segurança Pública está apta para atuar em qualquer segmento da segurança pública no Brasil. "Por este motivo, os policiais devem ser bem pagos para nos defender, já que arriscam e às vezes perdem suas vidas", disse.

No caso da atuação em presídios, a secretária reforçou que só acontece em situações de crise. "A Força Nacional atua como contingência para apoiar a policia local", afirmou .

Atualmente 1,2 mil profissionais da Força Nacional estão presentes em 16 estados e em 30 operações diferentes. Além dos profissionais, a Força conta com viaturas, instalações, unidades de treinamento, equipamentos e armamentos de acordo com o perfil de cada operação.

O objetivo do documento é revelar como acontecem as operações,  desde a solicitação de envio de equipes do órgão federal, o deslocamento, o emprego do efetivo, até o relatório final, com as informações do trabalho realizado em determinada região. Esse levantamento sucinto inclui números de prisões, apreensões, procedimentos e atendimentos à população.

Operações

O Boletim 2013 destaca as 59 operações da Força Nacional. Dessas, 30 foram iniciadas em 2013 e ainda estão em andamento em 2014. Outras 29 foram iniciadas encerradas no ano passado, tendo início no mesmo ano ou em anos anteriores. Cada item traz um resumo da operação, informando o ente federativo que solicitou o apoio da Senasp/MJ, por meio da Força Nacional.

As operações são de diversos tipos: Patrulhamento de Fronteiras, Policiamento Ostensivo, Combate a Crimes Ambientais, Policiamento em Áreas Indígenas, Segurança em Grandes Eventos, Proteção a Pessoas Ameaçadas, Apoio Aéreo, Apoio em Investigação de Crimes, Segurança em Penitenciária e Apoio a Desastres Climáticos e Ambientais.