COBERTURA ESPECIAL - Russia Laad 2015

09 de Abril, 2015 - 15:00 ( Brasília )

RÚSSIA - ROSTEC quer Ampliar a Cooperação Estratégica com Empresas do Brasil

Corporação Rostec, maior conglomerado industrial da Rússia já detém 700 companhias e 22 joint-ventures com parceiros internacionais




Moscou e São Paulo, 9 de Abril de 2015 – A ROSTEC, corporação estatal da Federação da Rússia que desenvolve, fabrica e exporta produtos industriais de alta tecnologia para o uso civil e militar, planeja reforçar e ampliar a cooperação técnica-militar na América Latina, em especial com o Brasil, assim como já executa em nações como China e Índia.

Denominada “Embaixadora Industrial da Rússia”, a ROSTEC considera que o Brasil se tornou um parceiro estratégico. A companhia participará na próxima semana do evento LAAD – Defesa & Segurança 2015, previsto para ocorrer entre os dias 14 e 17 de abril no Rio de Janeiro (RJ). As holdings que integram a corporação apresentarão projetos de alta tecnologia para os setores civil e de defesa.

As soluções tecnológicas trazidas pela Rostec são aplicáveis principalmente nas áreas de segurança e no desenvolvimento da infraestrutura portuária e de energia. Entre alguns exemplos oferecidos, destacam-se os sistemas inteligentes denominados “Cidade Segura” e “E-Governo” (Governo Eletrônico), além de armas para a defesa aérea e helicópteros de duplo propósito (transporte civil e militar).

"A ROSTEC quer ampliar sua presença no Brasil, não apenas para fornecer seus produtos, mas também para colaborar com os parceiros e desenvolver conjuntamente soluções de alta tecnologia, criando empresas de cooperação bilateral”, declarou Sergey Goreslavskiy, diretor-adjunto da Rosoboronexport, companhia exportadora de produtos militares e que pertence à Rostec.

Entre os países da América Latina, o Brasil ocupa o primeiro lugar em importância no âmbito comercial. O país é considerado um dos mais promissores, não apenas na cooperação técnica-militar, mas também em termos de desenvolvimento conjunto de altas tecnologias para o setor industrial.

Este cenário pode ser comprovado pelo grande interesse brasileiro na aquisição de helicópteros da Rússia nos últimos anos. Foram entregues ao Brasil os modelos de combate Mi-35M e o Mi-17, utilizados para fins civis. Além disso, o país declarou formalmente o interesse em adquirir o modelo mais recente do Ka-62, usado para múltiplos propósitos.

Exposição e Programa de Negócios

A participação da Rostec na LAAD – Defesa & Segurança 2015 irá incluir a apresentação de diferentes modelos de helicópteros, com destaque para:  o modelo de combate Mi-28NE, o de olheiro armado Ka-52, e os utilizados para o transporte militar (Mi-171SH e Mi-171A2, além do Mi-171A1 e Ka-32, sendo os dois últimos certificados no Brasil).

Também serão apresentados o helicóptero Ka-62 e o jato de treinamento e combate militar Yak-130. Ainda no setor de defesa, os visitantes poderão conhecer os sistemas de míssil antitanque Cornet, o de defesa aérea Igla-S e o de artilharia antiaérea Pantsir-S1.

Pela primeira vez na exposição, considerada uma das maiores do setor na América Latina, a ROSTEC contará com a participação de sua subsidiária Technodinamika. A companhia deve despertar o interesse de parceiros potenciais para o desenvolvimento do sistema contra incêndio elaborado para a nova aeronave civil da Rússia, o modelo MS-21, criado em conjunto com a Curtiss-Wright.

A holding Helicópteros da Rússia, que pertence à ROSOTEC, permanece negociando o fornecimento de aeronaves consideradas ideias no atendimento das necessidades de forças policiais e órgãos que executam operações de resgate. A companhia apresentará no Rio de Janeiro um exemplo das soluções desenvolvidas e sua integração com o sistema “Cidade Segura”, considerado eficaz na prevenção e previsão de incidentes e crimes, além de ideal para a garantia de segurança em eventos de grande porte, como os Jogos Olímpicos de 2016.

As negociações sobre este tema terão continuidade durante a LAAD – Defesa & Segurança 2015, que ainda discutirá a cooperação no projeto “E-Governo”, o monitoramento e vigilância de fronteiras, além de sistemas de controle de tráfego aéreo, construção de portos, produção de equipamentos médicos e vacinas, tratamento de água e recuperação de solos contaminados por petróleo.

Outros projetos de infraestrutura também estão na pauta de negociações com representantes do Brasil, dando continuidade à proposta anunciada na última reunião entre os líderes dos BRICS, ocorrida em dezembro de 2014 na cidade de Fortaleza (CE). Na ocasião, os governos propuseram desenvolver e produzir de forma conjunta unidades de energia e de bombeamento de gás, tendo como principal base os motores de aeronaves com turbina que também são movidas a gás.
 
Sobre a Rostec

A Corporação ROSTEC foi fundada em 2007 para apoiar a pesquisa, o desenvolvimento, a fabricação e a exportação de produtos industriais de alta tecnologia para o uso civil e militar. É um conglomerado estatal da Federação da Rússia que detém aproximadamente 700 empresas, incluindo nove holdings que formam o complexo militar-industrial e cinco grupos empresariais que atuam na indústria civil. Conta ainda com o controle direto de 22 companhias e marcas de renome mundial em seu portfólio, como a AVTOVAZ, KAMAZ, Helicópteros da Rússia e VSMPO-AVISMA, entre outras. A companhia está presente em 60 entidades constituintes da Rússia e exporta sua produção para mais de 70 nações. A receita da Rostec em 2013 foi superior a 1,4 trilhão de rublos.

www.rostec.ru/en/



Outras coberturas especiais


Guerra Informação e Híbrida

Guerra Informação e Híbrida

Última atualização 20 OUT, 19:20

MAIS LIDAS

Russia Laad 2015