COBERTURA ESPECIAL - Russia Docs - Geopolítica

18 de Novembro, 2015 - 10:00 ( Brasília )

Russia - Importantes ataques aéreos na Síria

A aviação estratégica da Rússia realizou ataques com míssesi de cruzeiro lançados desde o ar contra alvos na Síria

 

English version



Fonte Russia Defense Ministry
Ações do dia 17 Novembro 2015

Conforme as missões estabelecidas pelo Supremo Comandante em Chefe das Forças Armadas da Rússia para as operações aéreas na República Árabe da Síria, tripulações dos bombardeiros de longa distância Tu-160, Tu-95MS e Tu-22M3 da Força Aérea Russa executaram operações de contra posições do ISIS.

Hoje, das 05:00 até as 05:30 (Hora de Moscou) doze bombardeiros de longo alcance TU22M3 realizaram ataques contra posições do ISIS nas províncias Raqqah e Deir-ez-Zor.

Das 09;00 até as 09:40, bombardeiros Tu-160 e Tu-95MS lançaram  34 mísseis de cruzeiros contra alvos em Aleppo e Idlib.

Todos os ataques são realizados contra alvos indentificados previamente.




Importante vídeo divulgado pelo Ministério da Defesa da Rússia.
Mostra operações dos bombardeiros Tu-160, Tu-95MS e Tu-22M3.
Inclui lançamento de mísseis de cruzeiro.

No total ao final do dia foram, 127 operações de combate contra  206 instalações terroristas foram atacadas. Até o momento a Aviação Russa realizou 82 operações de combate e engajou 140 sítios do grupo terrorista. A operação segue em curso. Serão realizados ataques de acordo com o plano de operações aéreas.

O total de ações de combate realizados pela Força Aérea Russa dobrou. O que permite atacar todos os alvos do ISIS no território da Síria.

O Chefe do Estado-Maior russo General Valery Gerasimov detalhou as operações realizadas pela aviação Russa.

As missões realizadas pela aviação russa proporcionaram a que as Forças Armadas da Síria tomassem a ofensiva na províncias  de Aleppo, Latakia, Idlib, Homs e Damasco.

Ao norte em Aleppo, as Forças Armadas da Síria liberaram aproximadamente 40 áreas habitadas. As forças governamentais desbloquearam a Base Aérea de Kwaires. No momento as forças continuam expandindo a área de segurança apo redor da base..

As ações ofensivas em Idlib tem sido exitosas; as Forças Armadas da Síria estão realizando ações ofensivas cerca 20-30 Km distante da cidade.

Os terroristas foram eliminados em 12 áreas habitadas na província costeira de Latakia.

A liberação de áreas do controle do terroristas em Jaubar e Guta continua com ferozes combates realizados nas vizinhanças de Damasco.

Pela primeira vez em  4 anos o Exército Sírio libertou 80 áreas  habitadas assumindo o controle de um território de cerca de 500km2.

Com o objetivo de realizar um aumento de ataques aéreos contra o ISIS e outros grupos extremistas o Estado-Maior planejou o seguinte plano.

Além do aumento do número de missões desde a Base Aérea de  Hmeymim, o Plano inclui o envio de 25 bombardeiros de longo alcance, 8 bombardeiro SU-34 e 4 caças SU-27SM desde a Rússia para conduzir ações na Síria.

Meio de reconhecimento desde o Espaço  focados na região do Oriente Médio estão sendo reforçados para aumentar a eficiência de detecção das instalações inimigas e a acuracidade das suas coordenadas.

Dez satélites foram integrados para conduzir reconhecimento por imagens e radar, incluindo satélites civis.

As órbitas de vários satélites foram alteradas para permitis uma melhor monitoração do território sírio com a periodicidade requerida.

Um reforço dos satélites em órbita com o emprego de reserva operacional é planejado.

Com o primeiro forte ataque aéreo realizado hoje 14 instalações terroristas de importância foram destruídas com 34 mísseis de cruzeiro lançados desde o ar.

O grupo de aviação russo baseado em Hmeymim realizou 65 missões de combate hoje. Como resultado dos ataques aéreos: 6 centros de comando, 8 depósitos de munição, 12 campos de treinamento, 4 fábricas de foguetes e minas, 6 depósitos de combustível pertencente aos grupos terroristas foram destruídos.

Os bombardeiros SU-34 destruiram cerca de 50 veículos. Como resultado dos ataques prévios contra transportes de combustível (410 caminhões tanque) e várias instalações de infraestrutura, a capacidade de exportação ilegal de combustível foi significativamente reduzida.

O controle das operações aéreas é conduzido desde o centro Nacional de Controle da Defesa do Estado da Federação Russa através da Aviação e os Centros de Comando da Aviação de Estratégica e do Grupo Aéreo Russo na Síria.

O Ministério da Defesa da Rússia informou o US Air Force Command e outros países da coalizão sobre o desenrolar dos ataques aéreos.

“Os ataques aéreo às instalações dos terroristas continuarão de acordo com o plano aprovado. Todas as missões planejadas foram executadas”, declarou o Chefe do Estado-Maior da Rússia.

“Como resultado dos ataques com mísseis e bombas, 7 concentrações de equipamentos, 4 centros de comando, 5 grande depósitos de munição e armamento, assim como 5 complexos de infraestrutura dos terroristas foram destruídos,” reportou o Comandante da Aviação Estratégica da Força Aérea Russa Tenente-General Anatoly Zhikharev.

No voo até o alvo os bombardeiros Tu-22M3 percorreram 4510km com uma duração de 5:20 horas. Os bombardeiros estratégicos Tu-160 e Tu-95MS estiveram no ar por 8:20 horas e  9:30 horas. Suas rotas corresponderam 6566 km cada.

“Durante o dia um grupo reforçado de bombardeiros estratégicos Tu-22M3 realizaram 2 ataques aéreos em alvos do ISIS na the leste da Síria . Um dos ataques foi realizado à noite e outro está sendo realizado agora,” explicou Anatoly Zhikharev.

“Todos os complexos da aviação de llongo alcance estão envolvidos na missão. As tripulações do Bombardeiros Estratégicos realizaram todas as suas missões designadas conforme o Plano de Ataque Aéreo,” declarou o o comandante.

Conforme o General Zhikharev, os bombardeiros Tu-160 e Tu-95MS já retornaram às bases após as missões. “Eles (tripulações e bombardeiros) estão preparando-se para futuras missões,” completou.