COBERTURA ESPECIAL - EC725 / H225M - Defesa

18 de Abril, 2014 - 10:42 ( Brasília )

EC725 da Marinha recebe integração de armamentos

MBDA e Avibras anunciam contrato para motorização do sistema de armamentos de combate antinavio Exocet AM39 garantindo aumento do conteúdo nacional do projeto H-XBR da Helibras

A Helibras e a MBDA, fabricante de mísseis francesa, anunciaram na manhã desta quinta-feira a entrada da Avibras, indústria nacional de armamentos, na motorização dos mísseis Exocet AM39 que equiparão oito dos 16 helicópteros EC725 da Marinha produzidos em Itajubá (MG). O contrato foi assinado diretamente com a Marinha do Brasil, MBDA e Avibras e garante mais um componente de conteúdo nacional na fabricação dos helicópteros encomendados pelo Ministério da Defesa para equipar as Forças Armadas

Juntas, as companhias realizaram com sucesso os primeiros testes de acoplagem de armamentos a um EC725 protótipo, que está recebendo os primeiros sistemas desenvolvidos localmente. Ocorrido na França, nas dependências da Airbus Helicopters, com equipes da Airbus, Helibras, MBDA e GAC, o teste verificoua capacidade de integração aeromecânica (análises físicas e aerodinâmicas) do Exocet AM39 Block 2 Mode 2, míssil ar-superfície da MBDA que será utilizado nas aeronaves destinadas à Marinha.

A entrada da Avibras no programa aumenta o índice de nacionalização do projeto H-XBR. O motor é peça fundamental do míssil e é construído inteiramente no país, com as características transferidas da MBDA para Avibras, porém com conhecimento e tecnologias brasileiras. “Não se trata de nacionalizar o que estava sendo feito no exterior, mas de desenvolver um conteúdo nacional, pois nós criamos no país um motor totalmente novo a partir das especificações da MBDA. Isso foi possível pelo conhecimento já adquirido pela companhia na modernização dos Exocet MM40, utilizado pelas embarcações da Marinha”, explicou Sami Youssef Hassuani, presidente da Avibras.

 “Este é um programa inédito no Brasil e no Grupo Airbus e será o primeiro EC725 a ser equipado com essa configuração e míssil que estamos desenvolvendo aqui. A partir deste projeto, a Helibras está apta a atender qualquer país no mundo que necessite deste tipo de aeronave”, disse Eduardo Marson, presidente da fabricante de helicóptero. Na Helibras, a equipe de engenharia está totalmente dedicada à integração dos softwares do AM39 e desenvolvimento da versão naval no do EC725 que, após a integração total do armamento, deverá realizar os ensaios em voo.  

A sinergia de trabalho entre engenharias e tecnologias também resulta em um grande ganho para a indústria nacional. “O simples fato dessas três empresas trabalharem juntas muda a maneira como a engenharia brasileira se desenvolve e possibilita outros projetos  ainda mais complexos” disse Patrick de La Reveliére, vice-presidente de Vendas para a América Latina da MBDA.

Osistema Exocet AM39 B2M2 produzido pela MBDA é totalmente digital, composto de dois lançadores equipados com um míssil cada. O projeto também faz parte do contrato de cooperação industrial do programa H-XBR, que vai transferir tecnologia internacional às empresas brasileiras. O AM39 B2M2 deverá ser equipado com um novo sistema de propulsão criado, produzido e testado pela Avibras, localizada em Jacareí, no interior de São Paulo – o contrato para o projeto também acabou de ser assinado.

A Avibras já desenvolveu a tecnologia necessária em conjunto com a MBDA durante o programa de remotorização dos Exocet MM40 utilizados em navios da Marinha – esse desenvolvimento já passou por três lançamentos-teste bem-sucedidos, realizados a partir da Corveta Barroso, e espera-se que os novos programas ajudem a consolidar a capacidade da indústria de defesa brasileira para absorver, aprimorar e utilizar tecnologias de ponta.

O AM39 B2M2 é a versão de última geração do míssil Exocet AM39 e substituirá o AM39 B1, em operação nos atuais helicópteros da Marinha. O sistema ar-superfície produzido pela MBDA se tornou famoso durante sua primeira utilização em combate, na guerra das Malvinas. O Exocet foi continuamente modernizado ao longo dos anos, beneficiando-se da experiência acumulada pelo uso em situações operacionais reais.

Matérias relacionadas

Entrevista com o Vice-Almirante (RM1) RONALDO FIÚZA DE CASTRO Link

MBDA - Pronta para ampliar sua cooperação com o Brasil Link

LAAD Bastidores 1 - Marinha Adquire o EXOCET AM39 Block 2 Mod 2 Link


DNTV - EXOCET - Teste com motor desenvolvido pela AVIBRAS Link


Marinha anuncia independência no desenvolvimento de motores para mísseis Exocet Link


EXOCET - Equipado com novo motor brasileiro é testado com sucesso Link



Outras coberturas especiais


US

US

Última atualização 22 NOV, 10:40

MAIS LIDAS

EC725 / H225M