COBERTURA ESPECIAL - Dossiê EMBRAER - Aviação

23 de Maio, 2019 - 21:30 ( Brasília )

BOEING BRASIL I - Venda da Embraer Comercial condenará área de Defesa, diz parecer sigiloso da FAB

O site "O Antagonista" publicou partes do relatório da FAB "Parecer Técnico sobre negociação EMBRAER BOEING"

Nota DefesaNet

Série de artigos produzidos pelo o Antagonista e reproduzidos por DefesaNet baseados no Relatório Reservado da FAB "Parecer Técnico sobre negociação EMBRAER BOEING", distribuído para o Estado-Maior da Aeronáutica (EMAER), em 18 Dezembro 2018,

1- BOEING BRASIL I - Venda da Embraer Comercial condenará área de Defesa, diz parecer sigiloso da FAB Link

2 - BOEING BRASIL II - Parecer da FAB indica que Embraer ‘salvou’ Boeing Link

3 - BOEING BRASIL III - Comando da FAB ignorou ressalvas técnicas e aprovou negócio com a Boeing Link

O Editor


 

Claudio Dantas
O Antagonista
23 Maio 2019


 
O Antagonista obteve com exclusividade o parecer técnico do Comando da Aeronáutica sobre a negociação entre a Boeing e a Embraer, aprovada pelo governo de Jair Bolsonaro.
 
O documento de 28 páginas traz conclusões favoráveis ao negócio, mas despreza, curiosamente, informações técnicas importantes elencadas ao longo da análise.
 
Uma delas diz respeito à perda da capacidade de inovação com a separação das áreas comercial (vendida para a Boeing) e militar.
 
Na análise da Aeronáutica, a proposta de separar as duas áreas “irá eliminar o processo de investimento público brasileiro na inovação da Embraer Defesa, pois não será coerente investir recursos para novas tecnologias que serão transferidas para a Embraer Comercial”, que passará ao controle da Boeing.
 
“Desta forma, a área de Defesa estaria condenada a não ter todas as possibilidades para pesquisa e inovação.”





VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


Livros - Leitura

Livros - Leitura

Última atualização 20 SET, 15:30

MAIS LIDAS

Dossiê EMBRAER