COBERTURA ESPECIAL - Brasil - China - Geopolítica

28 de Abril, 2009 - 12:00 ( Brasília )

BR-CN - As relações politico-militares Sino-Brasileiras

Uma análise pelo Editor de DefesaNet das Relações Militares Sino-Brasileiras


Nelson Düring
Editor-chefe DefesaNet

Junto com as relações comerciais e políticas da América Latina, como um todo, e a China, está a crescente presença de contatos militares.

Assim no ano de 2007, foram realizadas 18 visitas por oficiais de alta-patente do Exército Popular de Libertação da China (PLA) para 8 países da América Latina, cerca de 20 % das visitas realizadas ao exterior. Em 2008 os números foram similares - significando cerca de 20% das visitas realizadas ao exterior por oficiais seniores do PLA.

As visitas de militares latino-americanos à China totalizaram 7 e 4 em 2007 e 2008, respectivamente – somente 10% e 7% de visitas de oficiais de alta-patente ao PLA. Nenhum dos países da região fez mais que uma visita à China. Entretanto oficiais seniores do PLA são freqüentes visitantes à região realizando um total de visitas nos anos de 2007 e 2008: 8 visitas ao Chile, 5 à Argentina, 5 ao México, 4 na Venezuela, 4 à Cuba, 3 ao Brasil e 2 ao Equador.
A próxima visita do presidente Luiz Inácio Lula da Silva à China, nos dias 18 a 20 de maio de 2009, pode trazer mais luz sobre os contatos militares sino-brasileiros. Invariavelmente a passagem de representantes militares chineses têm sido recebidos pelo presidente Luiz Inácio. No último teve a presença do Ministro Nelson Jobim, quando foi divulgado que visitaria a China em uma próxima oportunidade.

Como aconteceu com o o vice-presidente da Comissão Central Militar da
China, General Xu Caihou, em 27 de Novembro de 2008. E também o Ministro da Defesa da China General Cao Gangchuan, em 2004.





 

Ministro da Defesa da China General Cao Gangchuan, em 2004



O vice-presidente da Comissão Central Militar da China, General Xu Caihou, em 27 de Novembro de 2008

O  Almirante Moura Neto comandante da Marinha do Brasil foi convidado para as comemorações dos 60 anos da Marinha do Exército Popular de Libertação da China. As festividades incluindo a Parada Naval de Gala, realizada nas costas da província de Shandong na tarde do dia 23 de Abril, teve a participação do navio brasileiro G-29 Garcia d´Ávila.

No mês de Novembro de 2008 a República Popular da China divulgou o "Documento sobre a Política da China à América Latina e Caribe" que no seu capítulo 7 detalha especificamente:

"7 - China deseja aumentar intercâmbio e cooperação militar e judicial com América Latina e Caribe".
 



Outras coberturas especiais


Vant

Vant

Última atualização 22 SET, 16:00

MAIS LIDAS

Brasil - China