COBERTURA ESPECIAL - America Latina - Inteligência

28 de Dezembro, 2014 - 20:00 ( Brasília )

NY Times Exorta Dilma a apoiar dissidentes cubanos

Após a festa surge a conta. Seguirá o goveno do PT o seu padrão ou alterará?

 

 

Em editorial publicado neste domingo (28 DEZ 14), o jornal americano The New York Times exorta a presidente Dilma Rousseff a defender os valores democráticos em Cuba e demonstrar apoio aos dissidentes na ilha.

Para os textos na íntegra do Editorial do The New York Times:

Inglês Shifting Dynamics for Cuba’s Dissidents Link

Espanhol Nuevas dinámicas para los disidentes en Cuba Link

 

No artigo intitulado "Mudança de dinâmica para os dissidentes cubanos", o jornal americano, um dos maiores defensores do restabelecimento das relações diplomáticas entre Estados Unidos e Cuba, afirma que o movimento de oposição cubana precisa de todo apoio internacional neste momento. "Será que o movimento de oposição em Cuba será fortalecido com a aproximação do país com os EUA ou vai sofrer mais repressão? Isso depende em grande parte do apoio da comunidade internacional.

À medida que Cuba se torna mais acessível para os americanos, o governo em Havana, sentindo-se vulnerável frente ao aumento de investimentos, de viagens e menos restrições sobre o fluxo de informação, pode até intensificar seus esforços para calar os dissidentes."

Segundo o diário americano, os governos latino-americanos vêm mimando a ditadura castrista há décadas, porque confrontá-la significaria apoiar a política radical de Washington contra a ilha. Agora que o presidente Barack Obama mudou essa política, os países democráticos deveriam apoiar as reivindicações dos ativistas cubanos. "Apesar de sua tradicional relutância em se envolver nos problemas internos de outros países, o presidente do México, Enrique Peña Nieto, e a presidente do Brasil, Dilma Rousseff, deveriam defender de forma inequívoca os valores democráticos abraçados pela maior parte dos países das Américas", diz o NYT. "A sra. Rousseff teria ainda mais peso ao fazer isso, por ser uma ex-prisioneira política, esquerdista e líder de um dos principais parceiros comerciais de Cuba".

O jornal defende que os dissidentes sejam autorizados a participar da Cúpula das Américas, que vai se realizar no Panamá, em abril. "Se os dissidentes participarem, a sra. Rousseff pode muito bem estar falando com os futuros líderes de uma Cuba democrática."


 
Nota DefesaNet

Após ser o grande fiador e impulsionador da melhoria de relações entre os Estados Unidos e Cuba, o jornal The New York Times, clama aos governos latino-americanos a apoiarem o diálogo do governo Castrista com a oposição interna.
 
Em especial a Dilma Rousseff o jornal americano faz uma conclamação direta de participar nas conversações.
 
Porém, lembrando os seguintes casos:
 
1 – A recepção agressiva dos petistas e seus apoiadores contra a ativista e blogueira cubana Yoani Sánchez (Fevereiro 2013);
 
2 – A fala de Luiz Inácio Lula da Silva após a morte, por greve de fome, do oposicionista Orlando Zapata (Fevereiro 2010), e,
 
3 – A posição de Dilma Rousseff negando o apoio aos movimentos dos estudantes venezuelanos no início de 2014.
 
Pelo visto podemos dizer que é uma maldade de Washington contra os governantes petistas ao pedir apoio destes para ajudar na negociação dos Castro com a oposição cubana.

Matérias Relacionadas

Por que o 'New York Times' quer fim do embargo a Cuba?


NY Times - Tiempo de Acabar el Embargo de Cuba

NY Times - End the U.S. Embargo on Cuba