COBERTURA ESPECIAL - US RU OTAN - Geopolítica

17 de Março, 2022 - 12:00 ( Brasília )

Guerra na Ucrânia tem seu primeiro 'deep fake' viral; entenda


Uma versão do “deep fake” foi vista mais de 120.000 vezes no Twitter, nesta quarta- feira (16), onde o presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, parece estar pedindo aos cidadãos que se rendam à Rússia. Esse é o primeiro vídeo usado intencionalmente na guerra.

O vídeo manipulado foi divulgado pedindo aos cidadãos que entreguem suas armas. O rosto e a voz do presidente foram editados por meio da inteligência artificial para criação de vídeo “deep fake”.

Segundo o Yahoo News, no início do mês as Forças Terrestres da Ucrânia alertaram a população para estarem cientes de possíveis vídeos falsos que poderiam mostrar aparentes pedidos de rendição.

O vídeo viral difere da maioria das informações que foram compartilhadas desde que a Rússia invadiu a Ucrânia em 24 de fevereiro.

Desmentindo a informação

O presidente da Ucrânia divulgou rapidamente um vídeo em sua página no Instagram onde negou ter feito a declaração: "O objetivo é desorientar, semear pânico, desacreditar os cidadãos e incitar nossas tropas a recuar. Fiquem tranquilos- a Ucrânia não vai ceder”, declarou.

Sam Gregory, diretor de programa da Witness- um grupo de direitos humanos e tecnologia, afirmou que esse é o primeiro deep fake da guerra que foi usado de maneira intencional e amplamente enganosa.

“Não é um deep fake eficaz, em parte que não é extremamente bem feito, mas também porque a Ucrânia fez um trabalho magistral de pré- bunking e, em seguida contestou rapidamente o vídeo.



Deep fake contra a Rússia

Um vídeo deep fake do presidente russo Vladimir Putin também apareceu online na quarta- feira,16, aparentemente criado em retaliação ao clipe falso de Zelensky. Uma versão no Twitter teve mais de 50.000 visualizações.

No vídeo, o presidente russo aparece para anunciar a rendição da Rússia e pede aos soldados que “vão para casa enquanto estiverem vivos”.

O vídeo também foi manipulado com inteligência artificial de um recente discurso nacional de Putin.

O 'deep fake' é uma técnica de síntese de imagens ou sons humanos baseada em técnicas de inteligência artificial. É mais usada para combinar a fala já existente de qualquer vídeo.


VEJA MAIS