COBERTURA ESPECIAL - TOA - Defesa

22 de Novembro, 2012 - 10:25 ( Brasília )

TOA - Operação Tucuruí

23ª Bda Inf Sl - Exercício de Adestramento Avançado em Operações de Defesa Externa - Operação Tucuruí

Nelson Düring
Editor-chefe DefesaNet


O Exército Brasileiro, por meio da 23ª Brigada de Infantaria de Selva (23ª Bda Inf Sl), sediada em Marabá-PA,  e subordinada à 8ª Divisão do Exército e ao Comando Militar da Amazônia (CMA), realizou no período de 04 a 11 de novembro Exercício de Adestramento Avançado em Operações de Defesa Externa - Operação Tucuruí.  A chamada “BRIGADA MARECHAL SOARES DE ANDREA", é pioneira entre as Brigadas de Selva do Exército Brasileiro, foi criada em 1976.

A manobra militar compreendeu a área de hidrelétrica de Tucuruí e os municípios do seu entorno:  Marabá, Itupiranga, Novo Repartimento e Tucuruí . Teve por objetivo preparar e treinar a tropa do Exército para defender a infraestrutura crítica dentro do conceito do Programa Proteger.

Na Operação Tucuruí foram  realizadas  várias Ação Cívico Social (ACISO),incluindo  apoio médico-odontológico às comunidades dos municípios envolvidos.

 

A  23ª Bda Inf Sl
 

Foram mobilizados na Operação Tucurui cerca de 1.000 militares, 60 viaturas, blindados e embarcações militares. Mobilizando  todas as unidades que compõem a 23ª Bda Inf Sl:
 

- 50º Batalhão de Infantaria de Selva (50º BIS) - Imperatriz  - Maranhão ( inclui parte do estado de Tocantins)
- 51º Batalhão de Infantaria de Selva (51º BIS) – Altamira – Pará;
- 52º Batalhão de Infantaria de Selva (52º BIS )  -  Marabá – Pará;
- 53º Batalhão de Infantaria de Selva (53º BIS) - Itaituba – Pará;
- 1º Grupo de Artilharia de Campanha de Selva (1º GAC Sl) – Marabá – Pará;
- 23º Batalhão Logístico de Selva – Marabá – Pará;
- 23º Esquadrão de Cavalaria de Selva – Tucuruí – Pará;
- 23ª Companhia de Comunicações de Selva – Marabá – Pará;
- Companhia de Comando da 23ª Brigada de Infantaria de Selva – Marabá – Pará;
- 33º Pelotão de Polícia do Exército – Marabá – Pará.

 

Com uma estrutura desse porte, esta Grande Unidade é considerada a mais completa Brigada de Selva da América Latina.

A Brigada tem sob sua responsabilidade uma área de aproximadamente 900 mil quilômetros quadrados (o equivalente a 11% do território nacional ou a região sudeste do Brasil), abrangendo parcela dos estados do Pará, do Maranhão e do Tocantins. Essa área, afastada dos grandes centros políticos e econômicos do País, compreende 101 municípios. Inclui também os grandes projetos hidrelétricos de Tucuruí e o futuro Belo Monte

Para avaliarmos a extensão,   cada viatura do 50º BIS  percorreu  ao término do exercício cerca de 1.200 quilômetros, sendo que desses a maioria foi no eixo da BR 230 - Rodovia Transamazônica.

O comandante da  23ª Bda Inf Sl é o  General-de-Brigada ESTEVAM CALS THEOPHILO GASPAR DE OLIVEIRA.

 
A Operação Tucuruí 


As ações de grande porte desdobradas em toda a área de influência da área da hidrelétrica de Tucuruí traz a experiência das ações de 2007 quando a  represa foi invadida.

O risco tanto para as instalações da própria represa e seus equipamentos como potencial ao sistema de distribuição de energia elétrica interligado nacional foi marcante.

A característica da Operação Tucuruí  foi desde o seu próprio nome e o transcorrer das ações foi exatamente o foco nas ações de infiltração e exfiltração nas áreas da represa .

O  51º BIS operou recentemente no canteiro de obras da hidrelétrica de Belo Monte.

A importância da 23ª Bda Inf Sl e da Operação Tucuruí pode ser avaliada na visita, dia 31 de outubro,  do 2º Subchefe do Estado Maior do Exército, General-de-Brigada Roberto Jungthon.


O Brasil como Campo da Guerra Irregular Moderna  2007 DefesaNet Link


BELO MONTE - Tropas do Exército treinam no canteiro de obras Novembro 2012 DefesaNet Link