COBERTURA ESPECIAL - Especial MOUT - Segurança

09 de Fevereiro, 2017 - 10:30 ( Brasília )

Forças Armadas assumem controle dos órgãos de segurança do Espírito Santo


O governo do Espírito Santo publicou na edição desta quarta-feira, 8, do Diário Oficial do Estado decreto que transfere o controle operacional dos órgãos de segurança pública estadual para o general de brigada Adilson Carlos Katibe, responsável pela força-tarefa que atua no Estado desde a última segunda-feira, 6.

Segundo o Ministério da Defesa, essa transferência faz parte da burocracia necessária para o envio de tropas federais – desde segunda-feira agentes das Forças Armadas e da Força Nacional de Segurança estão nas cidades capixabas para substituir os policiais militares, que no último final de semana iniciaram um motim.

Conforme a assessoria de imprensa da pasta da Defesa, procedimento semelhante foi adotado em todas as outras ocasiões em que houve envio de tropas federais – por exemplo, durante a Olimpíada e Paralimpíada no Rio de Janeiro, no ano passado, e no Amazonas e em Roraima, neste ano.

Pelo menos até o dia 16, o comandante das forças públicas de segurança no Estado do Espírito Santo passa a ser Katibe, responsável pelas operações das Forças Armadas para a Garantia da Lei e da Ordem nos municípios capixabas. Essa situação pode ser estendida para além do dia 16.


Jungmann diz que mais 550 homens das Forças Armadas serão enviados ao ES¹

Em entrevista ao CBN Brasil, o ministro da Defesa, Raul Jungmann, falou sobre o problema de segurança pública no Espírito Santo. Ele disse que entende as necessidades salariais dos policiais, mas acha extremamente injusto deixar de zelar pela segurança e a vida da população. O ministro da Defesa, Raul Jungmann, disse que mais 550 homens das Forças Armadas serão enviados ao Espírito Santo.

Ele acrescentou que uma parte está se deslocando via Força Aérea Brasileira e outra parte por via terrestre. Jungmann acrescentou que ainda hoje mais 100 homens da Força Nacional de Segurança devem chegar ao Espírito Santo. Esses homens deverão ser enviados para cidades do interior. O ministro disse que a sensação de insegurança vai diminuindo. A crise no Espírito Santo começou no sábado.

FAB se junta a Exército e Força Nacional, que já atuam nas ruas²

Duzentos homens da Aeronáutica chegaram ao Espírito Santo, na noite desta quarta-feira (8). A tropa veio no avião da Força Aérea Brasileira e aterrissou no Aeroporto Eurico de Aguiar Sales, em Vitória. Os militares vão se juntar ao grupo de 1000 homens do Exército e à 200 Força Nacional. O Espírito Santo está sem a PM nas ruas porque protestos de familiares dos policiais bloqueiam as saídas dos batalhões.

As famílias pedem reajuste salarial para a categoria, que é proibida de fazer greve, e o governo nega. Desde sábado (4), o estado vive uma onda de violência com mortes, saques e assaltos.

Mais Força

O Ministério da Defesa vai enviar mais 550 militares das Forças Armadas para reforçar a segurança no Espírito Santo, anunciou nesta quarta-feira (8) o ministro Raul Jungmann.

Mais cedo, já havia sido informado o envio de mais 110 integrantes da Força Nacional para fazer o patrulhamento do interior do estado, que vive uma onda de insegurança com a Polícia Militar fora das ruas. Após a chegada desse reforço, ao todo serão quase 2 mil militares atuando no estado na Operação Capixaba.


¹com CBN e ²com G1



Outras coberturas especiais


Guerra Hibrida Brasil

Guerra Hibrida Brasil

Última atualização 14 DEZ, 11:00

MAIS LIDAS

Especial MOUT