21 de Agosto, 2012 - 10:50 ( Brasília )

Geopolítica

Seul pede que Tóquio desista de levar disputa territorial à CIJ


A Coreia do Sul reivindicou nesta terça-feira ao Japão que retire "imediatamente" sua proposta de os dois países resolverem na Corte Internacional de Justiça (CIJ) a disputa sobre a soberania das ilhas Dokdo, situadas no Mar do Leste, informou a agência Yonhap.

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores sul-coreano assinalou que a proposta "não merece consideração", já que as ilhas são historicamente território sul-coreano e a reivindicação japonesa é "injustificada". O pedido acontece depois de o Japão ter decidido enviar uma nota oficial à Coreia do Sul através de sua embaixada em Seul com esta proposta.

A disputa sobre as ilhas Dokdo, conhecidas como Takeshima no Japão, recrudesceu depois de o presidente sul-coreano, Lee Myung-bak, ter feito no dia 10 a primeira visita de um líder a esse diminuto arquipélago. A viagem de Lee, que Noda definiu como "extremamente deplorável", motivou o protesto do Japão e provocou a tensão diplomática entre as duas nações.

Se for mantida a rejeição da Coreia do Sul, o Japão poderá apresentar o caso ao CIJ de maneira unilateral, segundo a agência japonesa Kyodo. A tensão entre Japão e Coreia do Sul coincide com o mal-estar diplomático entre Tóquio e Pequim por outra questão territorial, a das ilhas Senkaku (Diaoyu, na China)