23 de Julho, 2014 - 09:10 ( Brasília )

Geopolítica

Naturalizado, brasileiro é convocado a servir ao exército ucraniano


O meio-campista Edmar Lacerda, nascido em Mogi das Cruzes - região metropolitana de São Paulo -, foi convocado pelo exército ucraniano. Jogador do Metalist Kharkiv, o jogador revelado pelo Paulista tem cidadania ucraniana. O meia, que vive no país europeu desde 2002 e se casou com uma ucraniana em 2008, mostrou-se surpreso com a notícia.

"Não esperava isso. Quando vi, nem sabia o que fazer. Se eu tiver que ir para o exército, nem sei o que farei. A única coisa que posso fazer bem é jogar futebol", afirmou Lacerda em entrevista ao site Sport, da Ucrânia.

O jogador disse contar com a ajuda da diretoria do Metalist para não precisar se apresentar ao exército ucraniano.

"Eu fui até o clube, eles me orientaram e devem resolver a questão. Eu não sei se outros companheiros de equipe também receberam a intimação, porque não disse nada para ninguém. Minha esposa estava com muito medo, mas eu a tranquilizei. Vai ficar tudo bem, vou voltar a treinar e, em breve, começará o campeonato", disse.

A Ucrânia está em crise desde novembro do ano passado, quando manifestantes foram às ruas protestar contra a decisão do então presidente, Viktor Yanukovich, de não ingressar na União Europeia e se aproximar da Rússia. A partir daquele momento, instaurou-se a tensão no país, que atualmente se divide entre as pessoas que apoiam e as que defendem a aliança com os russos.