31 de Outubro, 2013 - 11:14 ( Brasília )

Geopolítica

China questiona "provocação perigosa" do Japão contra exercício militar


O Ministério da Defesa da China informou nesta quinta-feira que apresentou uma queixa diplomática formal contra o que chamou de uma "provocação perigosa" feita pelo Japão ao monitorar exercícios militares chineses no Oceano Pacífico.

As relações sino-japonesas estão abaladas há meses devido a uma disputa sobre pequenas ilhas no Mar da China Oriental que acredita-se ser cercada por áreas ricas em recursos energéticos. Os laços também estão afetados pelo que a China diz ser uma recusa do Japão em admitir atrocidades cometidas por soldados japoneses na China entre 1931 e 1945.

O porta-voz do Ministério da Defesa Yang Yujun disse que patrulhas japonesa por mar e ar interromperam um exercício militar chinês na última sexta-feira, sem revelar a localização. Yang também disse que as patrulhas japonesas de navios e aeronaves coletaram informações sobre os exercícios.

"Isso não só interfere nossos exercícios habituais, mas põe em perigo a segurança de nossos navios e aeronaves, que poderiam ter sido levados a um erro de cálculo, contratempo ou outro incidente repentino", disse Yang em entrevista coletiva. "Essa é uma provocação altamente perigosa, e o Ministério de Defesa da China fez representações formais ao lado japonês", acrescentou ele, de acordo com uma transcrição de seu discurso no site do ministério.

Reclamações diplomáticas são normalmente apresentadas pelo Ministério das Relações Exteriores, e a medida incomum do Ministério da Defesa sinaliza a ira dos militares.