18 de Julho, 2013 - 18:55 ( Brasília )

Geopolítica

ONU vai investigar navio norte-coreano detido com armas no Panamá


Um comitê de sanções do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) vai examinar o caso de um navio norte-coreano que foi interceptado pelo governo do Panamá e flagrado carregando armas provenientes de Cuba, disse o representante da Grã-Bretanha na ONU nesta quinta-feira.

O Panamá deteve o navio norte-coreano na semana passada e apreendeu sua carga. Autoridades descobriram equipamento para mísseis, aviões de combate MiG e outras armas a bordo, que Cuba disse ser armas "obsoletas" da era soviética, enviadas à Coreia do Norte para reparo.

"Graças ao bom trabalho feito pelo Panamá, o comitê de sanções da ONU examinará o que parece ser um carregamento ilegal de armas cubanas para a RDPC (Coreia do Norte)", postou no Twitter o embaixador da Grã-Bretanha na ONU, Mark Lyall Grant.

Um embargo de armas da ONU à Coreia do Norte cobre todas as exportações de Pyongyang e a maioria das importações, com exceção de armas pequenas, armamento leve e material relacionado. Ainda assim, para exportar armas leves para Pyongyang, os Estados devem notificar com antecedência o comitê de sanções à Coreia do Norte do Conselho de Segurança.