24 de Maio, 2013 - 10:11 ( Brasília )

Geopolítica

Grupo jihadista argelino ameaça com mais ataques em Níger


O grupo armado do islamita argelino Mokhtar Belmokhtar ameaçou nesta sexta-feira executar novos ataques em Níger, depois dos executados na quinta-feira contra bases militares nigerinas e uma central de urânio do grupo nuclear francês Areva, que deixaram mais de 20 mortos.

A ameaça foi feita em um comunicado divulgado em um site islamita. O texto também ameaça a França e outros países com tropas no Mali.

O texto ameaça "deslocar a guerra (ao Níger) se este país não retirar suas tropas de mercenários" do Mali.

"Que a França saiba que a única coisa que conseguiu foi uma vitória nos meios de comunicação em sua cruzada no Mali", afirma a nota.

Belmokhtar, antigo líder da Al-Qaeda no Magreb Islâmico (AQMI), deixou o grupo no fim de 2012 para criar o próprio movimento, "Os que assinam com sangue".

A primeira ação do grupo foi um sequestro em janeiro na central de gás de In Amenas, sul de Argélia, que provocou uma intervenção das forças argelinas e terminou com dezenas de mortos.

A França confirmou em 23 de março a morte de Abu Zeid, mas não a de Belmolkhtar, anunciada pelo governo do Chade.