COBERTURA ESPECIAL - Vant - Tecnologia

06 de Julho, 2021 - 00:02 ( Brasília )

II Simpósio de Defesa Anti Sistema de Aeronaves Remotamente Pilotadas



Rio de Janeiro (RJ) – A Escola de Artilharia de Costa e Antiaérea (EsACosAAe) realizou, de 29 de junho a 1º de julho, o II Simpósio de Defesa Anti Sistema de Aeronaves Remotamente Pilotadas (II Simpósio de Defesa Anti SARP), evento que reuniu militares das Forças Armadas (Marinha do Brasil, Exército Brasileiro e Força Aérea Brasileira), empresas especializadas em produtos de defesa, a Biblioteca do Exército e universidades que estudam o tema defesa.
 
O Simpósio trouxe à tona o debate sobre a defesa contra os Sistemas de Aeronaves Remotamente Pilotadas (SARP) no âmbito das Forças Armadas, com destaque para a atuação dos meios de apoio ao combate e de coordenação do espaço aéreo e os estudos referentes à proteção, coordenação e controle do espaço aéreo brasileiro, diante da utilização dos SARP.



Clique paraa expandir as imagens

Durante as palestras, foram apresentados e debatidos os seguintes eixos temáticos: panorama atual dos SARP como ameaças em operação de guerra e não guerra; influência do emprego de SARP na coordenação e controle do espaço aéreo; e meios e doutrina de emprego da defesa antiaérea contra SARP.

O Simpósio foi realizado na modalidade presencial e também pôde ser acompanhado em tempo real, por meio de transmissão online com apoio do Centro de Educação à Distância do Exército (CEADEx).

Durante os intervalos entre palestras do primeiro dia, os participantes puderam conferir uma exposição de materiais anti SARP executada pelas seguintes empresas de defesa: IAI, RAFAEL, AVIBRAS, Rheinmetall e PIRAMIDE TECNOLOGIAS.

Palestraram nos três dias de Simpósio, nesta ordem, representantes da Escola Superior de Guerra, da Escola de Inteligência Militar do Exército, do Comando de Operações Terrestres, do Primeiro Esquadrão do Sétimo Grupo de Aviação da Força Aérea Brasileira, do Comando de Operações Aeroespaciais, do Departamento de Controle do Espaço Aéreo, da EsACosAAe, da Primeira Brigada de Artilharia Antiaérea, do Centro Tecnológico do Exército, do Centro de Instrução de Guerra Eletrônica, da Agência de Gestão e Inovação Tecnológica, e da Seção Exército do Futuro do Estado-Maior do Exército.

A abertura do Simpósio foi realizada pelo Comandante da 1ª Divisão de Exército e Guarnição da Vila Militar, General de Divisão Kleber Nunes de Vasconcellos, a convite do Comandante da EsACosAAe, e contou com a presença de diversas autoridades das três Forças Singulares:

- Comandante da 1ª Brigada de Artilharia Antiaérea, General de Brigada Ribeiro Rocha;
- Diretor da Escola de Guerra Naval, Contra-Almirante Sílvio Luís; oDiretor de Educação Técnica Militar, General de Brigada Cantanhede;
- Chefe do Subdepartamento Administrativo do Departamento de Controle do Espaço Aéreo,Brigadeiro do Ar Camilo;
- Comandante da Artilharia Divisionária da 1ª Divisão de Exército, General de Brigada Sibinel;
- Chefe do Centro de Desenvolvimento de Guerra Naval, Contra-Almirante RM1 Cozzolino;
- Assessor Especial do Departamento de Educação e Cultura do Exército, General de Brigada R/1 Stoffel; e o,
- Assessor de Doutrina do Departamento de Educação e Cultura do Exército, General de Brigada R/1 William.


 

Matéria Relaccionada

SARP: uma nova ameaça no campo de batalha do século XXI
EBlog Julho 2021










VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


RESET

RESET

Última atualização 26 OUT, 11:22

MAIS LIDAS

Vant