Exército Brasileiro participa pela primeira vez do treinamento Bright Star no Egito

Marsa Matruh (Egito) – Pela primeira vez, o Exército Brasileiro participou do exercício Bright Star, treinamento conjunto composto por 34 nações sob a liderança dos Estados Unidos e do Egito. O treinamento, que está na 18ª edição, foi realizado de 31 de agosto a 14 de setembro, no Egito. O objetivo é incrementar a capacidade de resposta das forças armadas de diferentes nações, em ação conjunta, para atuar em cenários de defesa e segurança regional no Oriente Médio e Norte da África. 

O treinamento Bright Star ocorre bienalmente desde 1981. A operação conjunta entre nações proporciona às forças militares de diferentes países praticarem a cooperação combinada, em cenários que envolvem desde operações humanitárias até missões de combate em ambientes desafiadores. Por meio desses exercícios, os participantes podem melhorar a capacidade de trabalhar conjuntamente, desenvolver táticas comuns e compartilhar conhecimentos e experiências.

Em 2023, as atividades iniciaram com o treinamento das tropas para o tiro de armas combinadas. Em seguida, foram realizadas operações militares em terreno urbano, exercícios de defesa química, biológica, radiológica, e nuclear, operações anfíbias, ações de segurança cibernética, prática de técnicas de contra dispositivo explosivo improvisado, dentre outras atividades.

O Exercício foi concluído com uma grande operação, que explorou todas as capacidades adquiridas, incluindo uma demonstração de assalto contra região ocupada por terroristas, envolvendo desembarque anfíbio e assalto coordenado de tropas blindadas apoiadas por fogos aéreos e de artilharia.

Paralelamente, ocorreu Exercício de Simulação Virtual focado em processos de tomada de decisão militar.

O treinamento foi finalizado com o salto de paraquedistas egípcios conduzindo as bandeiras das nações participantes como forma de homenagem e agradecimento.

Participação brasileira

Entre as 34 nações envolvidas no Exercício, 19 participaram com envio de tropas e equipamentos militares e outras 15 enviaram observadores militares. Em 2023, o Brasil foi convidado pelo Ministério da Defesa do Egito a enviar observadores ao Treinamento Conjunto Bright Star.

Atuou como observador brasileiro o Coronel Mario de Carvalho Neto, atual Adido de Defesa, Naval e Exército do Brasil junto a República Árabe do Egito. O Coronel Carvalho pontou que será de grande valia às Forças Armadas do Brasil enviarem tropas para a participação da próxima edição, que ocorrerá em 2025, pois esse tipo de exercício podem colaborar com a atualização do sistema de Doutrina Militar Terrestre, bem como aprimorar as capacidades do Exército Brasileiro para trabalhar em conjunto, desenvolver táticas comuns e compartilhar conhecimentos e experiências com outras nações amigas. A participação crescente do Brasil no Exercício Bright Star amplia a projeção do Exército Brasileiro no cenário internacional.

Fonte: Aditância Militar no Egito

Compartilhar:

Leia também

Inscreva-se na nossa newsletter