COBERTURA ESPECIAL - Presidência da República - Pensamento

11 de Abril, 2021 - 19:40 ( Brasília )

Comentário Gelio Fregapani - O Cenário Político e os Militares


Comentário  Geopolítico

 
Em 11 de abril de 2021

É impossível governar assim.  A oposição é uma organização criminosa influente no Congresso que barra todos os projetos para alavancar o progresso do país, auxiliada pelo STF o qual, com os mais fúteis pretextos, trava todas as propostas e os projetos que visam o progresso, como por exemplo acontece agora com o do Ferrogrão, que seria a rota mais importante de escoamento do agronegócio reduzindo em bilhões o custo logístico da produção de grãos. Ah, se fosse só isso...

Mas é ainda pior. Os políticos de oposição, de mãos dadas com o STF, garimpam alguma firula jurídica para provocar um impeachment e menosprezando a opinião pública e declaram ser imperioso que a administração do Bolsonaro não dê certo, nem que tenham que destruir o País, senão ele prosseguirá no posto até o fim do mandato e ainda vai se reeleger.

O surgimento da pandemia do COVID-19 foi maquiavelicamente aproveitado pelo STF que, exorbitando de suas atribuições atribuiu aos Estados a função de combater o COVID-19 para, juntamente com alguns dos governadores, fazerem com que não funcione, criando o caos e atribuindo ao Bolsonaro a culpa pelo mau resultado do combate ao vírus, esperando com isto afastar o povo do Presidente.

O STF e aliados não foram bem sucedidos em eliminar o apoio das massas ao Presidente, mas estão conseguindo criar o caos, a revolta e até a desobediência civil, felizmente contra eles próprios, mas não contando com a aprovação popular talvez o STF pretenda aproveitar as revoltas   para que o Exército tenha que reprimir as manifestações predatórias que naturalmente existirão, isto significa em linguagem clara: reprimir os partidários do Bolsonaro, claro  que com o apoio dos governadores da oposição.

As evidências da possibilidade da hipótese apresentada seriam as declarações do ex Ministro da Defesa e do ex Cmt do Exército que “não embarcariam em aventuras”, dando a entender que continuariam mantendo a pseudo legalidade ainda que a nossa Pátria caísse numa convulsão social criada pelas ordens inconstitucionais de um STF aparelhado por ministros esquerdistas militantes.

Considerando que com esse STF, com esse Congresso e com esses governadores, com os lockdown chegando às portas de criar multidões famintas buscando alimentos seja como for, sentimos que é impossível resolver essa situação dentro da Lei, mas se o Exército se posicionar firmemente contra as ordens do STF o esforço deste terá sido em vão.  Então o STF e seus aliados tentavam impichar o Presidente ainda antes das eleições, pois ao que tudo indica, nelas ele seria imbatível, mas afinal, qual é a posição do Exército?
Minha longa experiência me indica que, de coração, o pessoal está unanimemente com o Bolsonaro. As queixas, que lhe fazem expressam apenas o desejo que vire logo a mesa, que alias é o mesmo desejo de seus partidários civis.  Entretanto, a maioria dos militares seguiria seus chefes em qualquer situação desde que não fira seus sentimentos mais profundos. Isto significa que enquanto comandados pelas duas autoridades substituídas cegamente legalistas, esquema traçado por Zé Dirceu tinha chance de funcionar. Agora, com a nomeação do Gen. Braga Netto o plano desmoronou.

Agora o Exército tem um líder em sintonia com a tropa e as baionetas, que conduzem ideais e combatem melhor do que as que agem só por disciplina. Este é o Exército que agora está à disposição de seu Comandante em Chefe- o Presidente da Nação.

Ele o usará, a menos que a simples mudança da relação de forças seja suficiente para colocar em seu devido lugar o espúrio Tribunal que tem ameaçado criar uma convulsão social da qual o nosso País talvez nem saísse inteiro.

Que Deus abençoe o Presidente Bolsonaro e seu novo Ministro da Defesa e lhes inspire as melhores decisões.

Cel Gelio Fregapani

Leitura Recomendada

 

Comentário Gelio Fregapani - Teremos uma guerra civil?
18 Março 2021 DefesaNet



VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


Base Industrial Defesa

Base Industrial Defesa

Última atualização 23 OUT, 00:20

MAIS LIDAS

Presidência da República