COBERTURA ESPECIAL - Minarete - Geopolítica

29 de Setembro, 2021 - 16:00 ( Brasília )

Mourão e presidente egípcio discutiram cooperação

O presidente egípcio, Abdul Fattah Al-Sisi, recebeu o vice-presidente do Brasil, Hamilton Mourão, nesta terça-feira (28) no Cairo. Eles sinalizaram a vontade de uma maior aproximação entre Brasil e Egito, inclusive em fóruns internacionais

Nota DefesaNet

Para texto em inglês

Egyptian president and Brazilian VP discussed cooperation

O Editor
 

  Osmar Assi
 Agência Notícias Brasil-Árabe
anba@anba.com.br

 
Cairo – O vice-presidente do Brasil, Hamilton Mourão, foi recebido na terça-feira (28SET2021) pelo presidente do Egito, Abdul Fattah Al-Sisi, na presença do ministro das Relações Exteriores do país árabe, de Sameh Shoukry, e do embaixador brasileiro no Cairo, Antonio Patriota. Mourão está em viagem oficial ao Egito.

O porta-voz da presidência egípcia, Bassam Radi, declarou que o vice-presidente transmitiu ao presidente egípcio, saudações do presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, exaltando o progresso do Egito, nos últimos anos, na reforma econômica e no desenvolvimento inclusivo. Na foto acima, Mourão em encontro com Al-Sisi.

Mourão expressou apreço e admiração pelos firmes laços entre os dois países, no âmbito político e econômico, demostrando o interesse brasileiro em avançar na cooperação bilateral, especialmente nas esferas econômica, comercial e militar.

Por sua vez, o presidente egípcio, Abdul Fattah Al-Sisi, enviou suas saudações ao presidente Jair Bolsonaro, ressaltando o orgulho do Egito pelas distintas relações mantidas com Brasil e a ambição em aprimorar as relações mútuas nas diversas áreas, a fim de usufruir de diversas capacidades de ambas as nações, especialmente no âmbito da experiência brasileira de desenvolvimento, levando em consideração a importância estratégica que o Brasil representa para Egito como importante parceiro comercial da América Latina.

O porta-voz explicou que o encontro gerou consenso sobre o desejo de intensificar a cooperação entre os dois países nas diversas áreas, especialmente no que abrange áreas militar, comercial, econômica e de segurança, assim como usufruir de oportunidades de investimento existentes no Egito e incentivar o turismo brasileiro  ao Egito.

Fóruns internacionais

Os dois lados afirmaram suas ânsias na atuação coordenada em fóruns internacionais, uma vez que que as visões dos dois países sobre a maioria das questões internacionais e regionais são análogas, sabendo que tanto Egito como Brasil representam, ativamente, nos fóruns internacionais, os interesses e as visões dos países em desenvolvimento, visto que estão entre os países que mais têm peso na busca de estabilidade regional em seus arredores geográficos.

Durante a reunião, Mourão conferiu os últimos acontecimentos regionais no Oriente Médio, diante do papel central do Egito na região, e sob a gestão do presidente Abdul Fattah Al-Sisi, trocando pontos de vista sobre a causa palestina e os desdobramentos da situação na Líbia e na Tunísia. O vice-presidente apreciou os constantes esforços egípcios na direção de garantir a segurança regional e a estabilidade para todas as nações.

Os pontos de vista sobre o caso da Represa da Grande Renascença Etíope (GERD) também foram discutidos, especialmente no contexto da edição da última decisão presidencial do Conselho de Segurança das Nações Unidas, que invocou o cumprimento de todas as partes para chegarem, em um curto prazo, a um acordo legal de enchimento e operação da barragem. Neste contexto, Mourão expressou o entendimento de seu país sobre importância da presença do rio Nilo para o Egito em prol da segurança hídrica e alimentar egípcia.





Mourão e Ministério da Defesa

Assim como a Presidência Egípcia, a Vice-Presidência do Brasil também divulgou o conteúdo do encontro e disse que foram tratadas questões regionais e bilaterais de interesse mútuo e intercâmbio de visões sobre temas como a questão Israel e Palestina, a situação na Líbia e as negociações sobre a represa Renascença.

A assessoria de Mourão informou que foram tema das conversas também as oportunidades de crescimento das relações econômicas propiciadas pelo acordo de livre comércio entre o Egito e o Mercosul, além da cooperação na área de defesa e a perspectiva de estabelecimento de conexão aérea direta entre o Egito e o Brasil, a ser operada pela estatal EgyptAir. Hamilton Mourão também foi recebido nesta terça-feira no Cairo pelo general Mohamed Ahmed Zaki, ministro da Defesa e Produção Militar do Egito.

Segundo a Vice-Presidência do Brasil, eles falaram sobre perspectivas de incremento da cooperação no setor de produtos de defesa, inclusive por meio da celebração de protocolo bilateral entre os Ministérios da Defesa dos dois países, e do desejo de maior coordenação na área de missões de paz da ONU, tendo em vista a experiência de Brasil e Egito no campo da paz e segurança internacionais. 




Mourão foi recebido nesta terça-feira no Cairo pelo general Mohamed Ahmed Zaki, ministro da Defesa e Produção Militar do Egito.


VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


Mão Amiga

Mão Amiga

Última atualização 27 OUT, 07:07

MAIS LIDAS

Minarete