COBERTURA ESPECIAL - Guerra Hibrida Brasil - Terrestre

31 de Agosto, 2020 - 10:25 ( Brasília )

De modo inédito, CCOMSEx e CEP/FDC ministram matéria eletiva de Comunicação Social para cadetes da AMAN


Com o objetivo de aprimorar o Sistema de Comunicação Social do Exército e fortalecer a mentalidade de comunicação, o Centro de Comunicação Social do Exército (CCOMSEx) e o Centro de Estudos de Pessoal e Forte Duque de Caxias (CEP/FDC) ministraram, juntos, a disciplina eletiva de Comunicação Social (Com Soc) para cadetes do 4º ano da Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN). A atividade, inédita na academia, aconteceu entre os dias 24 e 28 de agosto, contemplando 53 cadetes, sendo três de nações amigas (Guiné-Bissau e Senegal), e contou com o apoio da cadeira de Português da AMAN.

Foram ministradas aulas de fundamentos de Com Soc no Exército Brasileiro, relações públicas, divulgação institucional e assessoria de imprensa. Entre os diversos assuntos abordados, estavam a missão da comunicação institucional, o atendimento ao público, o uso das mídias sociais pelos militares, os procedimentos de relacionamento com a mídia e as técnicas de entrevista, entre outros.

A iniciativa de capacitar militares em Comunicação Social vai ao encontro dos Objetivos Estratégicos do Exército (OEE) de fortalecer a dimensão humana e ampliar a integração do Exército Brasileiro à sociedade, e busca uma gestão ainda mais estratégica e profissional da missão de preservar e fortalecer a imagem da Força. Essas e outras atividades de qualificação vêm sendo realizadas pelo CCOMSEx e pelo CEP/FDC com mais intensidade desde 2019, e a previsão é de sistematizá-las até o fim do ano, em diversos estabelecimentos de ensino do Exército Brasileiro.

Com Soc para recrutas

A instrução inédita na AMAN vai ao encontro de outras iniciativas que vislumbram o fomento de uma mentalidade de Comunicação Social. Uma vez que todo integrante do Exército Brasileiro é visto como um potencial agente na missão do fortalecimento e da preservação da imagem da Força, a instituição vem procurando incutir em cada militar sua importância no processo. Nesse sentido, o Exército começou, em 2020, a incluir o tema nas instruções do período básico dos recrutas. O intuito é conscientizar os jovens militares de que as suas ações individuais representam a própria Força, devendo, por isso, pautar suas atitudes pela correção, estejam fardados ou não.

As instruções também abordam aspectos referentes às mídias sociais e acontecem em organizações militares de todo o Brasil. Entre elas, no tradicional Batalhão da Guarda Presidencial (BGP), em Brasília (DF), cujo Comandante, o Coronel Pedro Aires Pereira Júnior, saudou a iniciativa. "Essa instrução é fundamental, porque vai permitir que cada um dos militares do batalhão possa contribuir com a coletividade, gerando essa sinergia que a comunicação provoca. O BGP atua nas instalações presidenciais e nada melhor do que essas orientações para que o nosso soldado bem represente a unidade e o Exército, não só quando estiver de serviço, mas também em todas as oportunidades", destacou, em matéria publicada no Noticiário do Exército do último dia 21 de agosto.

Fonte: CEP/FDC

VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


Modernização FAB

Modernização FAB

Última atualização 19 SET, 13:00

MAIS LIDAS

Guerra Hibrida Brasil