COBERTURA ESPECIAL - Eleições - Pensamento

31 de Maio, 2022 - 10:30 ( Brasília )

Gen Santos Cruz - DÊ UMA CHANCE AO BRASIL! ELE PRECISA DE TODOS NÓS!


Nota DefesaNet

Se recuperando de um infarto, o General Santos Cruz deve definir nessa semana seu futuro político. Ele se apresentou como opção para uma candidatura à Presidência da República. Único militar temido e respeitado pôr Bolsonaro, O general com experiência em combate real tem recebido apoio cada vez maior das Forças Armadas para se candidatar à Presidência.

Com o crescimento da candidatura de Lula e evidente derrota de Bolsonaro, Santos Cruz aparece como a principal opção da Terceira Via para pacificar o Brasil e evitar que um confronto entre ideias e massas de fanáticos chegue às vias de fato e incendeie o país após as eleições.

O Editor

 DÊ UMA CHANCE AO BRASIL
ELE PRECISA DE TODOS NÓS!

 

Carlos Alberto dos Santos Cruz
O Estado de São Paulo
29 Maio 2022


A sociedade está com os nervos à flor da pele, violenta e desunida, pressionada por problemas básicos de sobrevivência, preocupada com a economia, a saúde e as instituições. O cidadão comum desconfia dos políticos, alguns dos quais há décadas tratam os cidadãos como idiotas, roubam e desperdiçam recursos públicos.

O Brasil precisa ser mais justo, menos desigual, sem privilégios e orientado por princípios democráticos, com valorização das instituições e das pessoas.

O País precisa de novos rumos e novos comportamentos na política e na administração pública. Só os cidadãos podem afastar os embusteiros, os ladrões e os covardes. Isso é feito pelo voto. A eleição que se aproxima precisa representar esperança, expectativa de mudança, oportunidade para o país.

Não se pode aceitar que “foi sempre assim”. Temos que acreditar que mudanças são possíveis!

 Se você não aceita ...

Que o Brasil seja desunido e manipulado por demagogos e fanfarrões que estimulam o fanatismo e a desunião, a divisão social, a violência e a manipulação da opinião pública;

Corruptos falando em combater corrupção; que mensalão é diferente de “orçamento secreto”; que roubo “de direita” é diferente do roubo “de esquerda”; petrolões, tratoraços, roubos de fundos de pensão; manipulação da opinião pública repetindo a ladainha de que a corrupção acabou no governo; que crimes não existiram por que a Justiça anulou, arquivou ou prescreveu;

Irresponsáveis do tipo - não fui eu; eu não sabia; a culpa não é minha: foi do governador, da Justiça, do outro partido, do outro governo, da pandemia, da guerra etc; mentirosos, traíras que dizem em campanha o que o povo quer ouvir e não têm nenhum compromisso com o prometido;

Que um país com com 216 milhões de habitantes, 6 bilhões de fundos político e eleitoral e 32 partidos, tenha apenas duas opções, dois supostos “salvadores da pátria”;

Ser tratado como idiota com a simulação de briguinhas com imprensa e com outras instituições para desviar a atenção dos problemas reais da fome, da pobreza, da desigualdade, do desemprego etc; perder tempo com fake news; conversa fiada para alimentar fanáticos; show de passeios de feriadões, gastando milhões de dinheiro público, num país com pobreza e fome, brincando de moto, porcalhada com farofa e jet sky, enquanto os cidadãos estão trabalhando;

Resolver os problemas mundiais tomando cervejinha e soluções como “choque de gás” a 36,00 reais etc;

O instituto do desrespeito, a desmoralização e o aparelhamento das instituições, e o caradurismo do duplo teto, o enriquecimento com dinheiro público, o sigilo das contas contas públicas, dos cartões corporativos e até os sigilos imbecis “por 100 anos”;

O populismo fiscal jogando a conta para o CPF Brasil, para que paguemos a conta por anos à frente; hipócritas que adiantam a totalidade do décimo terceiro salário para antes das eleições para as pessoas ficarem sem nada no final do ano; a distribuição de bilhões para destruir a democracia com a compra de apoio político, sem transparência e sem qualquer impacto em políticas públicas;

Embuste religioso, militar e de conservadorismo por pessoas que não têm nenhuma característica militar e religiosa;

Manipulação intencional do que é liberdade de expressão, intoxicando a população com desinformação, indústria de fake news e crimes na internet para justificar a injúria, a calúnia e a difamação, como se não houvesse Código Penal.

Mas se você quer ...

Um país unido, transparente, que caminhe na trilha democrática, com aperfeiçoamento das instituições e com respeito, com redução das desigualdades, com liderança em assuntos mundiais, como sustentabilidade e meio-ambiente;

Que os políticos respeitem seus eleitores, promovam a união nacional, atuem com transparência, tenham empatia e sejam solidários na doença, nas dificuldades e nas vulnerabilidades da população;

Que as pessoas mais pobres e mais humildes e seus filhos, os órfãos de pai e mãe tenham vida digna, formação e possam disputar até os postos mais altos nas empresas privadas, na administração pública, nas Forças Armadas e em organizações sociais;

Acabar com reeleição para cargos Executivos, foro privilegiado, duplicidade de teto de teto salarial etc;

Empatia e solidariedade na doença, na fome, na pobreza, na desigualdade social, na vulnerabilidade;

Então ...

Não jogue fora a oportunidade do Brasil na próxima eleição. Lembre-se que os problemas são fundamentalmente de vagabundagem e não de “esquerda” x “direita”.

Não aceite a esquizofrenia política e a intoxicação social do fanatismo. Não seja “bucha de canhão” para os canalhas e traidores que estimulam a violência e os distúrbios sociais, mas ficarão escondidos na sua covardia, nos seus gabinetes e nas suas imunidades.

Os partidos que acordem do encanto pelos fundos partidário e eleitoral, apresentem e viabilizem opções para a sociedade.

Não coloque embusteiros, covardes e fanfarrões na presidência da república e em outros postos. O país está cansado e não merece isso.

DÊ UMA CHANCE AO BRASIL!