COBERTURA ESPECIAL - Ecos - Guerras, Conflitos, Ações - Geopolítica

07 de Dezembro, 2021 - 10:10 ( Brasília )

80 anos do ataque a Pearl Harbor


O Ataque a Pearl Harbor foi um ataque militar surpresa do Serviço Aéreo Imperial da Marinha Japonesa contra os Estados Unidos (um país neutro na época) na base naval de Pearl Harbor, em Honolulu, no Território do Havaí, pouco antes das 08h de 7 de dezembro de 1941, um domingo.

O ataque levou à entrada formal dos Estados Unidos na Segunda Guerra Mundial no dia seguinte. A liderança militar japonesa se referiu ao ataque como Operação Havaí, Operação AI, e como Operação Z durante seu planejamento.

O Império do Japão pretendia o ataque como uma ação preventiva para impedir a Frota do Pacífico dos Estados Unidos de interferir em suas ações militares planejadas no sudeste da Ásia contra territórios ultramarinos do Reino Unido, Países Baixos e Estados Unidos.

Ao longo de sete horas, houve ataques japoneses coordenados às Filipinas, Guam, Ilha Wake dos Estados Unidos, Império Britânico na Malásia, Singapura e Hong Kong.



O ataque começou às 7h48, horário do Havaí (18h18 GMT). A base foi atacada por 353 aviões do Japão (incluindo caças, bombardeiros de nível e de mergulho e torpedeiros) em duas ondas, lançadas por seis porta-aviões.[18] Todos os oito navios de guerra da Marinha dos Estados Unidos foram danificados, com quatro afundados.

Com exceção do USS Arizona, as embarcações foram recuperadas e seis devolvidas ao serviço na guerra. Os japoneses também afundaram ou danificaram três cruzadores, três contratorpedeiros, um navio de treinamento antiaéreo e um lançador de minas navais. 188 aviões dos Estados Unidos foram destruídos; 2 403 americanos foram mortos e 1 178 outros ficaram feridos.

Instalações importantes da base, como a estação de força, doca seca, estaleiro, manutenção e instalações de armazenamento de combustível e torpedo, bem como os cais de submarinos e o edifício da sede (também sede da seção de inteligência) não foram atacados.

As perdas japonesas foram leves: vinte e nove aviões e cinco minissubmarinos foram perdidos e sessenta e quatro militares foram mortos. Kazuo Sakamaki, o comandante de um dos submarinos, foi capturado.

O Japão anunciou uma declaração de guerra aos Estados Unidos no mesmo dia (8 de dezembro em Tóquio), mas a declaração não foi entregue até o dia seguinte. No dia seguinte, 8 de dezembro, o Congresso dos Estados Unidos declarou guerra ao Japão.

Em 11 de dezembro, a Alemanha Nazista e a Itália declararam guerra aos Estados Unidos, que responderam com uma declaração de guerra contra a Alemanha Nazista e a Itália.

Havia inúmeros precedentes históricos para a ação militar sem aviso prévio do Japão, mas a falta de qualquer aviso formal, especialmente enquanto as negociações de paz ainda estavam aparentemente em andamento, levou o Presidente Franklin D. Roosevelt a proclamar em 7 de dezembro de 1941, "uma data que viverá na infâmia".



Como o ataque ocorreu sem uma declaração de guerra e sem aviso explícito, o ataque a Pearl Harbor foi posteriormente considerado nos Julgamentos de Tóquio como um crime de guerra.


VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


US RU OTAN

US RU OTAN

Última atualização 28 JAN, 16:50

MAIS LIDAS

Ecos - Guerras, Conflitos, Ações