COBERTURA ESPECIAL - Comando Artilharia - Terrestre

31 de Janeiro, 2020 - 10:45 ( Brasília )

Inauguração do Comando de Artilharia do Exército, em Formosa, amplia o poder dissuasório da Força Terrestre


Quem compareceu ao Forte de Santa Bárbara, em Formosa (GO), para inauguração do Comando de Artilharia do Exército, conferiu de perto como a tecnologia pode ser usada na defesa da nossa pátria.

A inauguração do comando faz parte de um programa de transformação e modernização da Força Terrestre, que objetiva a ampliação da capacidade operacional e do poder de dissuasão do Exército. Segundo o Comandante de Artilharia do Exército, General de Brigada Valério Luiz Lange, o local foi escolhido por diversos motivos.

O principal deles foi prover a unidade de esforços para o Exército e para as Forças Armadas.“Aqui nós podemos coordenar melhor a doutrina, as operações e a logística que envolvem os mísseis e foguetes”, afirmou. Para o Comandante Militar do Planalto, General de Divisão Sérgio da Costa Negraes, essa inauguração é um marco muito importante, pois o Comando Militar de Área recebe uma tropa com um alto poder dissuasório.



O comando é a unidade do Exército Brasileiro responsável pela artilharia de mísseis e foguetes. Nessa área, o destaque é para o sistema de lançamento de mísseis e foguetes Astros 2020, com tecnologia totalmente brasileira. Segundo o Comandante do Exército, General de Exército Edson Leal Pujol, com a inauguração do comando em Formosa, o Exército deu um salto quantitativo e qualitativo no sistema de apoio de fogo.

“Estamos saindo do campo tático operacional e entrando na área estratégica, o que proporciona uma maior capacidade de dissuasão para a Força Terrestre e para a defesa das nossas fronteiras e do nosso território”, enfatizou.

O Programa Astros 2020, do Exército Brasileiro, prevê ainda o desenvolvimento do primeiro míssil tático de cruzeiro, uma arma teleguiada que poderá levar até 200 kg de carga bélica e alcançar uma distância de até 300 km. “Hoje o Exército concretiza mais um projeto significativo: o Astros 2020. É um orgulho ver o poder dissuasório das Forças Armadas aumentado com essa centralização dos meios de foguetes e possíveis mísseis ”, comemorou o Ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva. Para o Vice-Presidente Antônio Hamilton Martins Mourão, a inauguração do Comando de Artilharia contribui muito com o desenvolvimento da ciência, tecnologia e inovação.

“A pesquisa e o desenvolvimento que vêm sendo feitos, principalmente do nosso míssil guiado, é uma tecnologia que vai servir em outros campos”, explicou.



O final da cerimônia de inauguração foi marcado pelo lançamento de foguetes, como demonstração do poder dissuasório da Força Terrestre.

Comando de Artilharia do Exército

Inicialmente sediado em Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul, o Comando de Artilharia do Exército, composto por dois Grupos de Mísseis e Foguetes e outras três organizações militares de apoio, fixa sua sede no Forte Santa Bárbara, Formosa, no estado de Goiás.

O Comando de Artilharia do Exército, estabelecido em sua nova sede, será o responsável pela artilharia de mísseis e foguetes do Exército Brasileiro, empregando os mais modernos sistemas de defesa existentes no mundo.



 


VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


Pensando o Estado Nacional Brasileiro

Pensando o Estado Nacional Brasileiro

Última atualização 11 AGO, 14:10

MAIS LIDAS

Comando Artilharia