COBERTURA ESPECIAL - Brasil - EUA - Naval

26 de Agosto, 2020 - 11:25 ( Brasília )

Embaixador dos Estados Unidos da América conhece o Complexo Naval de Itaguaí

Visita do Embaixador Chapman à Itaguai é um fato inusitado e merece atenção



O Complexo Naval de Itaguaí recebeu, no dia 24 de agosto, a visita do Embaixador dos Estados Unidos da América (EUA) no Brasil, Todd Crawford Chapman, acompanhado do Comandante da Marinha, Almirante de Esquadra Ilques Barbosa Junior, do Diretor-Geral de Desenvolvimento Nuclear e Tecnológico da Marinha, Almirante de Esquadra Marcos Sampaio Olsen, do Comandante em Chefe da Esquadra, Vice-Almirante Claudio Henrique Mello de Almeida, e respectivas comitivas.

O objetivo do encontro foi apresentar à Representação norte-americana a concepção e as instalações do Programa de Desenvolvimento de Submarinos (PROSUB).

A comitiva dos EUA assistiu, inicialmente, a uma apresentação abordando a estrutura e as principais atividades do PROSUB. Na sequência, percorreu as instalações da oficina de montagem da Unidade de Fabricação de Estruturas Metálicas (UFEM), onde conheceu a complexa montagem de estruturas, equipamentos e sistemas em diferentes estágios de instalação no interior das seções do “Tonelero” e do “Angostura”, respectivamente, terceiro e quarto submarinos na linha de produção do PROSUB.

Na Área Sul, o Embaixador visitou o “Main Hall” do Estaleiro de Construção (ESC), onde o “Humaitá” (S-BR2) recebe equipamentos e sistemas para prontificá-lo para o lançamento ao mar, em dezembro de 2020.

No cais 12, esteve a bordo do “Riachuelo”, primeiro submarino da Classe, em preparação para a continuidade das provas de mar. No Departamento de Treinadores e Simuladores, a comitiva foi apresentada à tecnologia no estado da arte do treinador de imersão e do simulador de ataque, responsáveis pelo adestramento e qualificação das tripulações dos S-BR. A visita foi encerrada nas instalações da Base de Submarinos da Ilha da Madeira.

O PROSUB é o maior programa de capacitação industrial e tecnológica na história da indústria da defesa brasileira. O Programa não apenas tem fortalecido a Base Industrial de Defesa com tecnologias de ponta, como também vem ampliando, entre seus objetivos mais amplos, o portfólio de nacionalização dos produtos e sistemas adquiridos para aplicação em todas as suas fases, desde a inauguração da UFEM até a construção e manutenção do primeiro submarino convencional com propulsão nuclear (SN-BR), contribuindo para a geração de empregos e para o desenvolvimento econômico do País.


 

Comandante da Marinha apresenta os compartimentos internos do Submarino "Riachuelo" ao Embaixador


VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


Task Force Brazil

Task Force Brazil

Última atualização 05 MAR, 17:00

MAIS LIDAS

Brasil - EUA