COBERTURA ESPECIAL - Venezuela - Geopolítica

07 de Agosto, 2017 - 10:55 ( Brasília )

Rebelião militar na Venezuela é reprimidacom com dois mortos

Maduro felicita Forças Armadas por derrotar rebelião militar

As autoridades venezuelanas reprimiram uma rebelião militar perto da cidade de Valência, disse uma autoridade no domingo, dias depois de o presidente Nicolás Maduro eleger uma assembleia condenada internacionalmente.

O deputado do Partido Socialista Diosdado Cabello fez o anúncio logo após a divulgação de um vídeo que mostra um grupo de homens em uniforme militar anunciando uma rebelião e pedindo uma ampla revolta contra o presidente Nicolás Maduro.

Uma testemunha na área de uma base militar na cidade de Naguanagua informou ter ouvido tiros antes do amanhecer, mas Cabello disse que a situação havia sido controlada.

O Ministério da Defesa não respondeu imediatamente a um pedido para comentar.

Na sexta-feira, aliados do governo inauguraram uma nova assembleia constituinte que a oposição venezuelana e líderes de outras nações denunciam como uma tomada do poder por Maduro.

No vídeo de domingo, um homem que se identificou como Juan Carlos Caguaripano, ex-capitão da Guarda Nacional, disse: "Exigimos a formação imediata de um governo de transição". Ele estava rodeado por uma dúzia de homens com uniformes militares.

Maduro diz que ataque contra base foi cometido por "mercenários" e 2 foram mortos


O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, disse no domingo que o ataque a uma base militar perto da cidade de Valência foi cometido por um grupo de cerca de 20 "mercenários", e que dois deles foram mortos pelas forças militares, que os repeliram com sucesso.

Anteriormente no domingo, um homem que se identificou como Juan Carlos Caguaripano, ex-capitão da Guarda Nacional, anunciou a rebelião em um vídeo: "Exigimos a formação imediata de um governo de transição". Ele estava rodeado por uma dúzia de homens com uniformes militares.

Uma testemunha na área de uma base militar na cidade de Naguanagua informou ter ouvido tiros antes do amanhecer, mas autoridades venezuelanas afirmaram ter controlado a situação

Maduro felicita Forças Armadas por derrotar rebelião militar

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, felicitou as Forças Armadas do seu país por derrotar domingo, de forma rápida, "um ataque terrorista" em um quartel militar na cidade de de Valência, região central do país.

As Forças Armadas venezuelanas controlaram uma rebelião militar em Valência que buscava "restabelecer a ordem constitucional", dois dias depois que se instalou no país um corpo legislativo com poderes especiais, que vem sendo criticado como uma afronta à democracia.


VEJA MAIS