COBERTURA ESPECIAL - Especial Terror - Geopolítica

11 de Maio, 2011 - 11:54 ( Brasília )

FBI diz que 'lobos solitários' são maior ameaça de terrorismo


Ataques planejados por um único indivíduo são a maior ameaça de terrorismo nos Estados Unidos após a morte de Osama Bin Laden, segundo um boletim enviado pelo FBI e pelo Departamento de Segurança Interna do país, que teve trechos divulgados pela imprensa americana. Segundo o documento recebido por departamentos de polícia estaduais e locais, "lobos solitários" que seguem a ideologia da Al-Qaeda tem maior probabilidade de cometer ataques no curto prazo porque "não são afetados pelas restrições organizacionais que podem atrasar a tomada de decisões em grupos terroristas estabelecidos".

A mensagem do governo afirma ainda que estes militantes podem tentar atacar alvos com baixos níveis de segurança usando explosivos improvisados ou armas pequenas, mas destaca que "não há nenhuma informação confiável que sugira que há planos específicos em curso".

De acordo com a mídia americana, o documento também relembra vários ataques envolvendo um único criminoso, entre eles o ataque de Fort Hood em 2009, que deixou 13 mortos e teria sido realizado por um militar. O governo americano cita um comunicado emitido pela Al-Qaeda confirmando a morte de Bin Laden e dizendo que os "soldados do Islã" continuarão a planejar ataques.

A revista Inspire, publicada em inglês pela Al-Qaeda na Península Árabe, também foi mencionada por dizer que ataques cometidos por indivíduos "podem ter um impacto significativo".

Logo após o anúncio da morte de Bin Laden, o Departamento de Segurança Interna dos EUA também teria alertado proprietários de imóveis e agências imobiliárias do país sobre a ameaça dos "lobos solitários" e pedido atenção redobrada com inquilinos.