18 de Novembro, 2011 - 08:30 ( Brasília )

Tecnologia

Pentágono testa com sucesso bomba supersônica

Arma tem capacidade de atingir alvo em qualquer lugar em menos de 1 hora. Alvo do teste estava no atol de Kwajalein, nas Ilhas Marshall, no Pacífico.

O Pentágono anunciou nesta quinta-feira (17)  ter testado com sucesso uma bomba supersônica, o que dará aos estrategistas militares a capacidade de atingir alvos em qualquer parte do mundo em menos de uma hora.

Disparada por um foguete do arquipélago do Havaí às 11h30 GMT (9h30 de Brasília) desta quinta-feira, a "Advanced Hypersonic Weapon" (AHW, "Bomba Hipersônica Avançada") deslizou sobre o Pacífico "na velocidade do som" antes de atingir seu alvo no atol de Kwajalein, nas Ilhas Marshall, informou o Pentágono em uma declaração.

Kwajalein fica cerca de 4.000 km a sudoeste do Havaí. O Pentágono não informou a que velocidade máxima o alvo foi atingido.

Os cientistas qualificam de velocidade hipersônica aquela que excede "Mach 5" ou cinco vezes a velocidade do som (6.000 km/h).

O objetivo do teste foi compilar informações e dados sobre "aerodinâmica, navegação, orientação e controle de tecnologias térmicas de proteção", explicou a tenente coronel Melinda Morgan, porta-voz do Pentágono.