24 de Outubro, 2013 - 10:46 ( Brasília )

SOF

Rússia apresenta novo paraquedas para forças especiais


Vlad Grinkevich

 

Durante a feira Interpolitex 2013, a holding russa Aviatsionnoe Oborudovanie (Equipamento Aeronáutico) apresentou um novo paraquedas destinado aos serviços de emergência. É um sistema versátil que se transforma de paraquedas normal em equipamento único, utilizado para saltos em altitudes extremamente baixas em zonas de difícil acesso.

Segundo os autores da invenção, batizada como D-10P, trata-se de uma nova versão do sistema D-10, um paraquedas de série utilizado nas Tropas Aerotransportadas (TAT). Altamente seguro e provado pelo tempo, este dispositivo se destina a saltos a partir de avião voando a altitudes entre os 200m e os 2.000m. O novo sistema permite saltos a 50 metros de altitude, em que o paraquedista permanece no ar o máximo de 6 a 7 segundos, tempo insuficiente para o paraquedas normal se abrir.

Contatado pela Voz da Rússia, o diretor geral da holding, Maksim Kuzyuk, especificou a quem se destina o paraquedas D-10P:

“Este paraquedas foi concebido para ser usado em helicópteros, especialmente em saltos de baixa altitude. Tal necessidade surge em operações especiais e de resgate, em que o helicóptero não pode pousar, ou em locais de difícil acesso, quando o paraquedista deve pousar em um ponto exato para evitar fogo ou quaisquer outros obstáculos”.

Os engenheiros previram a possibilidade de rápida transformação do paraquedas clássico D-10 em D-10P e vice-versa. Forças especiais ou equipes de resgate, tanto russas como estrangeiras, são clientes potenciais da inovação.

Esta inovação não tem concorrentes. Segundo Maksim Kuzyuk, a altitude mínima em que se abrem dos produtos estrangeiros do mesmo tipo é de 150 metros. Três vezes mais do que o D-10P! É isso que leva o diretor-geral da Aviatsionnoe Oborudovanie a esperar que a invenção de sua empresa interesse especialistas estrangeiros:

“A novidade pode interessar, em particular, os países que têm grandes quantidades de helicópteros “MI 8”, nomeadamente, a Índia, países do Norte de África e da América do Sul. Em nossa opinião, o produto tem um bom potencial de venda”.

No ano passado, o paraquedas D-10P foi testado com manequins e paraquedistas. Os testes comprovaram a eficácia e a segurança da inovação russa.

Tradução: Voz da Rússia